Por pbagora.com.br

A greve dos caminhoneiros entra hoje no quinto dia em João Pessoa com o apoio dos taxistas e motoristas de Uber sem previsão de acabar. “Enquanto a categoria não tiver um resultado positivo, sobre a redução no preço do diesel, vamos continuar com os bloqueios por tempo indeterminado”, disse Daniel Martins de Lima Filho, motorista de caminhão caçamba que é uma das lideranças do movimento na BR-101, no bloqueio feito em frente à Gauchinha, saída para Pernambuco.

 

Segundo ele, só no trecho da Gauchinha existem cerca de 700 caminhões parados com seus proprietários participando do protesto. Na manhã de ontem, a categoria dos taxistas se uniu ao movimento dos caminhoneiros. Os taxistas chegavam à BR 101 com alimentos, água e refrigerantes para ajudar os caminhoneiros que já estão paralisados desde segunda-feira passada. Daniel Martins disse que a proposta lançada pelo Governo Federal de reduzir o preço do diesel em 10% por 15 dias não agradou a categoria e que a luta tende a continuar.

 

“Os caminhoneiros estão unidos nesse movimento e ganhando o apoio dos taxistas e também dos motoristas do Uber. Nós só estamos liberando o trânsito para caminhões que transportam oxigênios para hospitais, ambulâncias e viaturas policiais. Já os caminhões com cargas com alimentos perecíveis estão sendo impedidos de transitar. Ontem paramos um caminhão carregado de abacaxi”, disse Daniel Martins.

 

 

Redação

Notícias relacionadas

MPF recorre ao STF contra vacinação de profissionais da educação em JP

O Ministério Público Federal (MPF), através do Vice-Procurador-Geral da República, Humberto Jacques de Medeiros, ingressou com um recurso junto ao Superior Tribunal Federal (STF) para suspender a decisão do desembargador…

Covid: Paraíba confirma 20 mortes e registra 758 novos casos em 24h

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, nesta segunda-feira (17), 758 casos de Covid-19. Entre os confirmados hoje, 18 (2,3%) são casos de pacientes hospitalizados e 740 (97,7%) são…