O Governo do Estado liberou o repasse da segunda parcela para os projetos de pesquisas dos Centros Multiusuários e de Infraestrutura da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), aprovados em Editais da Fundação de Apoio à Pesquisa da Paraíba (Fapesq). Com a liberação da segunda parcela dos recursos no valor de R$ 2,9 milhões, o Governo conclui o investimento total de aproximadamente R$5,8 milhões, com a meta de fomentar e fortalecer os centros já estabelecidos de infraestrutura de pesquisa científica e tecnológica de caráter multiusuário e apoio financeiro às pesquisas desenvolvidas na UEPB.

De acordo com o secretário de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado, Claudio Furtado, esse é mais um compromisso cumprido pelo Governo, em investir na Educação e na tecnologia de ponta em prol de ações que vão beneficiar a sociedade em geral.

Para o presidente da Fapesq, Roberto Germano Costa, o apoio do Governo do Estado na liberação de recursos financeiros é primordial para alavancar as atividades de pesquisa na Universidade, pois é a maneira mais viável para implantar e modernizar a infraestrutura de pesquisa, contribuindo para o desenvolvimento técnico-científico e a inovação; não apenas quantitativamente, mas também em termos qualitativos.

Centros Multiusuários – O Edital dos Centros Multiusuários tem como objetivo fomentar e fortalecer os Centros já estabelecidos de infraestrutura de pesquisa científica e tecnológica, de caráter multiusuário na UEPB, em áreas prioritárias para o desenvolvimento do Estado da Paraíba, e induzir a organização de novos centros no Estado, por meio de melhoria da infraestrutura necessária ao seu desenvolvimento, para que possam atuar como centros estaduais multiusuários em seus campos correlatos. A meta é que venham promover a melhoria de produtos e serviços prestados à população do Estado da Paraíba.

Foram aprovados no Edital Fapesq projetos do Centro Integrado Multiusuário de Pesquisa e Análise de Água, Alimentos, Resíduos e Biodiversidade; Centro Multiusuário de Inovação Tecnológica em Sistemas de Produção Agrícola para o Estado da Paraíba – Cemproagri/PB; Centro de Desenvolvimento Regional, Big Data e Geoprocessamento da Universidade Estadual da Paraíba (CDRBG); Centro de Estudos Avançados em Políticas Públicas e Governança (CEAPPG), e o Centro Integrado Multiusuário de Referência em Saúde da Paraíba.

O pesquisador Cassiano Francisco WeegeNonaka, da coordenação do Centro Integrado Mutiusuário de Referência em Saúde da Paraíba, destacou que é fundamental esse apoio do Governo em viabilizar as pesquisas de ponta em tecnologia em saúde. “Fortalece os grupos de pesquisa e nossos programas de pós-graduação, como também aumenta nossa capacidade de prestação de serviços à comunidade”, ressaltou. O Centro de Referência em Saúde da Paraíba será inaugurado em breve e vai beneficiar a população com alta tecnologia no tratamento de cabeça e pescoço. Outro fator importante citado pelo pesquisador é na possibilidade de estabelecer parcerias com outros Centros de pesquisa por fornecer tecnologias mais avançadas.

Infraestrutura – O objetivo do Edital Melhoria da Infraestrutura tem por objetivo dar apoio financeiro aos pesquisadores vinculados à Universidade Estadual da Paraíba- UEPB para a execução de projetos de pesquisas que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação do Estado da Paraíba e em áreas estratégicas para o Governo do Estado da Paraíba.

De acordo com o pesquisador Antônio Augusto Sousa, coordenador do projeto Desenvolvimento Tecnológico para Rejeitos de Rochas Ornamentais: Estudo de Viabilidade da Incorporação da Lama Abrasiva de Granitos em Bentonita para Pelotização de Minério de Ferro, esse edital da Fapesq veio suprir toda a realidade que a gente vivencia hoje na perspectiva de inovação, de fomentar e dar condições para que a Paraíba evolua na Ciência e Tecnologia.

No referido edital foram contemplados 27 projetos:

– Serviço Social, Formação e Trabalho Profissional: As Potencialidades para o Desenvolvimento do Estado da Paraíba;
– Fanatics for Phonetics: Ensino e Aprendizado de Pronúncia da Língua Inglesa;
– Alfabetismo Em Saúde Bucal, Fatores Sociodemográficos e Ambientais Associados à Cárie, a Perda Dentária Precoce e ao Acesso aos Serviços: Um Estudo com Adolescentes;
– Prevalência e Severidade da Hipomineralização Molar Incisivo, Experiência de Cárie e Ansiedade Odontológica Associada em Escolares de 8 a 10 anos de Campina Grande – PB;
– Zoneamento Ambiental: Estratégia para o desenvolvimento Regional e Sustentável na Área de Proteção Ambiental do Cariri – Cariri Paraibano;
– Território da Borborema: Estudo Integrado da Paisagem e Suas Relações Funcionais Como Subsídio ao Planejamento e Gestão Ambiental na Microrregião do Brejo Paraibano;
– Estudo dos Processos de Gestão de Documentos do Núcleo de Documentação Histórica (NDH) da UEPB para Investigar as Possibilidades de Construção de Atividades Didáticas de Ensino de História;
– A Vida após o Diagnóstico da Síndrome Congênita do Vírus Zika: Um estudo sobre experiências parentais;
– Os Homens que não Amavam as Mulheres: Discursos dos Acusados de Praticar Feminicídio no Estado da Paraíba;
– Cooperação acadêmica, tecnologia e Inovação científica: as relações Internacionais do projeto SESA;
– Desenvolvimento de um Reator Fotocatalítico de Leito Fluidizado para Remoção de Cianotoxinas de Águas de Abastecimento;
– Desenvolvimento Tecnológico Para Rejeitos de Rochas Ornamentais: Estudo de Viabilidade da Incorporação da Lama Abrasiva de Granitos em Bentonita para Pelotização de Minério de Ferro;
– Utilização da Termografia como Método Auxiliar de Diagnóstico por Imagem de QueiliteActínica e Carcinoma de Células Escamosas de Lábio;
Radiografia Digital: Uma Realidade Inserida na Graduação em Odontologia do Campus I Da UEPB;
– Biotransformação de Resíduos Agroindustriais por PenicilliumSclerotiorum (Ucp 1361) na Síntese de Biossurfactantes, Quitina, Quitosana aplicados na Biorremediação de Solos e Água Contaminada por Petroderivados;
– Tratamento de água residuária de origem doméstica para recuperação de energia, nutrientes para agricultura e água para reuso;
– Bioacumulação de cianotoxinas em culturas Irrigadas com Águas Eutrofizadas no Semiárido: Monitoramento, Avaliação e Proposição de Soluções Simplificadas;
– Avaliação do Tempo e Qualidade de Desobturação Comparando Diferentes Materiais e Sistemas Rotatórios;
– Materiais Avançados para Tratamento de Efluentes e Água – Matrea;
– Aplicação da Termografia e Radiologia na Endodontia;
– Alternativa de Tratamento Biológico de Lixiviado de Aterro Sanitário;
– Caracterização de Propriedades Biológicas e Terapêuticas de Plantas Medicinais de Aplicação Clínica Odontológica;
– Avaliação do Uso de Resíduos Agroindustriais como Bioadsorventes para o Tratamento de Águas Residuárias, contendo Metais Pesados e corantes Têxteis;
– Avaliação e Desenvolvimento de Tecnologias de Tratamento de efluentes com vistas à Minimização dos Riscos à Saúde Pública;
– Caracterização Micrometeorológica e Ambiental do cultivo da Palma Forrageira Irrigada, com água Residuária Urbana, no semiárido paraibano;
– Desenvolvimento de pigmentos sustentáveis a partir de insumos naturais e regionais;
– Desenvolvimento de novos Pró-Fármacos Biotecnológicos Recíprocos Acridínicos Linamarínicos com Potencial Atividade para Câncer.

 

Redação com Secom/PB

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Dia de Iemanjá é celebrado na Paraíba, neste domingo (8)

Neste domingo (8) é celebrado o dia de Iemanjá, a orixá conhecida por ser a rainha do mar para os devotos de religiões de matriz africana. Há celebrações nas praias…

Semob-JP terá força-tarefa nas festas de Iemanjá e Nossa Senhora da Conceição

Fiéis católicos e de matizes africanas terão momentos de devoção durante o fim de semana. Neste domingo (8), eles celebram as datas de adoração a Nossa Senhora da Conceição e…