Setenta dias. Esse foi o prazo que o governo Maranhão III solicitou aos delegados para ter condições de apresentar uma contraproposta sobre a reivindicação de reajuste salarial.

Tendo iniciado por volta das 18h00 desta segunda-feira (09), a reunião entre entre a associação dos delegados e o secretário estadual de Segurança Pública, Gustavo Gominho, só teve de concreta essa proposta, já por volta das 21h00.

O governo não conseguiu apresentar uma proposta concreta de reajuste e solicitou prazo. Os delegados estão resistentes e esperam proposta imediata para evitar retorno ao movimento grevista.

Uma assmbléia da categoria deve acontecer na próxima quarta-feira (11), onde após delibar delegados de todo o estado podem retomar o movimento grevista. O local e hora da assembléia ainda não foram definidos.

Para não retomar o movimento e atender ao pedido do governo a categoria exige a garantia de alguns benefícios como gratificações, adicionais noturnos, entre outros. A questão será analisada nesta terça-feira (10) pelo secretário de Administração do estado.

Thiago Moraes

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Sobe para 35 número de casos de Coronavírus na PB, com quatro óbitos

Em novo boletim divulgado neste domingo (05), a Secretaria de Saúde da Paraíba atualizou para 35 o número de casos confirmados do novo coronavírus no Estado. Ainda segundo os dados,…

Paraíba já descartou 608 casos suspeitos da Covid-19; Estado tem 23 em UTI

O Governo da Paraíba, através da Secretaria de Estado da Saúde (SES), emitiu boletim no fim da tarde desta segunda-feira (6), atualizando os números sobre o nível de contaminação do…