O governo da Paraíba, prorrogou por mais noventa dias o prazo de intervenção do Poder Executivo estadual na gerência, operacionalização e oferta de ações e serviços no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, e sua unidade de retaguarda, no Hospital Metropolitano de Santa Rita e no Hospital Geral de Mamanguape.

 

O prazo determinado em fevereiro foi encerrado nesta quinta-feira (25). A prorrogação foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE). No documento, o governador João Azevedo (PSB), considerou a necessidade de continuação da intervenção para assegurar a manutenção do regular e pleno funcionamento das unidades hospitalares. Permanece, portanto, o que já estava garantido no primeiro decreto publicado.

A intervenção acontece nas questões técnicas, assistenciais, administrativas e financeiras das unidades hospitalares, com o objetivo, de acordo com o decreto, de manter a conformidade dos atos administrativos e o cumprimento das obrigações pactuadas e imprescindíveis à prestação dos serviços públicos de saúde.

Redação

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Jovem é encontrado morto em Sousa; suspeita é de overdose

Na madrugada desta terça-feira (25), um jovem de 20 anos foi encontrado morto no Bairro Sousa 1, na cidade de Sousa. Segundo informações da Polícia Civil, o corpo do jovem…

Vídeo: açude sangra em Cajazeiras e Inmet emite alerta para mais chuvas no Sertão

A madrugada desta segunda-feira (24) foi de fortes chuvas no Sertão paraibano, o que fez com que o Açude Grande, na cidade de Cajazeiras, no Alto Sertão, sangrasse. O Instituto…