O governo federal informou nesta terça-feira (12) que liberou R$ 5,7 milhões para que o governo da Paraíba aplique nas obras do canal da Acauã-Araçagi. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), o valor foi repassado para assegurar a continuação da obra, que chegou a ser paralisada em setembro deste ano por falta de verba.

A última parcela depositada na conta do governo da Paraíba destinada para a obra havia sido feita no último dia 17 de outubro, quando o MDR destinou mais R$ 11,2 milhões para aplicar na continuação dos serviços. Ainda segundo o governo federal, a quantia de R$ 36,3 milhões foi liberada para o projeto em 2019.

Por conta da falta de pagamento por parte do governo federal e o repasse ao consórcio de empresas responsáveis pela construção, mais de 400 operários entraram em férias coletivas no final de setembro. De acordo com a Secretaria de Estado da Infraestrutura, dos Recursos Hídricos e do Meio Ambiente, os trabalhadores retornaram ao trabalho no dia 8 de outubro e a construção do canal segue ritmo normal.

O canal, que também é conhecido como Vertente Litorânea, vai ampliar o alcance das águas do eixo leste do projeto de transposição do Rio São Francisco na Paraíba, que já atende mais de 750 mil pessoas em 34 cidades da Paraíba.

O canal Acauã-Araçagi começou a ser construído há oito anos. É a maior obra hídrica do estado da Paraíba, com mais de 100 km de extensão, incluindo pontes, aquedutos e outras estruturas. O lote 1 já está mais adiantado e, se a obra continuar em ritmo normal, ficaria pronta em um ano. O lote 2 ainda precisa de mais dois anos. A construção do canal deve beneficiar cerca de 400 mil habitantes em 35 municípios paraibanos. A obra tem um valor total de cerca de R$ 800 milhões.

Com 217 quilômetros, o Eixo Leste do Projeto São Francisco é composto por seis estações de bombeamento, cinco aquedutos, 12 reservatórios e um túnel. As obras para condução das águas nessa etapa foram concluídas e, em pré-operação desde março de 2017, o trecho vem garantindo o abastecimento de 46 municípios, sendo 12 em Pernambuco e 34 na Paraíba.

Redação com G1

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João efetiva Cláudio Furtado na Educação e Rubens Freire para Ciência e Tecnologia

O Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (19) trouxe a efetivação de Cláudio Furtado como titular da Secretaria da Educação. Cláudio respondia interinamente pelo cargo, após exoneração do então…

Inmet emite alerta de perigo de chuvas para 81 municípios da PB

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de perigo potencial de chuvas intensas para 81 municípios nas regiões do Cariri, Seridó e Sertão paraibanos. O alerta começou às…