O Governo do Estado lançou, na tarde desta quinta-feira (20), na Academia de Ensino da Polícia Civil da Paraíba (Acadepol), em João Pessoa, o projeto Criança Cidadã que vai oferecer cursos profissionalizantes, acompanhamento pedagógico, oficinas culturais e atividades esportivas para crianças e adolescentes, entre 10 e 17 anos. O projeto teve início com 50 estudantes matriculados, mas a expectativa é atender cerca de 300 pessoas. Na oportunidade, também foram apresentados os instrumentos musicais que serão utilizados no projeto Criança Cidadã e foi inaugurada a quadra poliesportiva coberta da Acadepol. O local possui 600,00 m², arquibancadas e recebeu R$ 472 mil de investimento com recursos do Tesouro Estadual.

Já os recursos para manter o Criança Cidadã, mais de R$ 990 mil, são oriundos de um convênio firmado entre a Secretaria de Estado da Segurança e Defesa Social e Secretaria Nacional de Segurança Pública, vinculada ao Ministério da Justiça. A Acadepol recebeu os itens que serão usados durante o Projeto, a exemplo de instrumentos musicais, aquisição de ônibus para transportar os alunos, instalação de equipamento de áudio e som no auditório.

O governador Ricardo Coutinho, auxiliares do Governo e outras autoridades participaram da solenidade. De acordo com o governador, a ação faz parte de uma estratégia que torna a polícia ainda mais cidadã. “Essa quadra serve para complementar a formação e qualificação dos profissionais de segurança e também será utilizada como instrumento de articulação social. As crianças e adolescentes do projeto Criança Cidadã e a comunidade vão poder usufruir dessa quadra coberta para diversas atividades”, comentou Ricardo.

O secretário de Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima, ressaltou que, nos últimos anos, o Governo do Estado tem feito investimentos para aprimorar o trabalho das forças de segurança e adiantou que os profissionais poderão participar de treinamentos e outras atividades na quadra coberta. “Esse é mais um equipamento que chega para oferecer melhores condições de treinamento e qualificação para os profissionais da segurança. Este espaço também terá um papel importante dentro do projeto Criança Cidadã, será um local que servirá para as aulas dos estudantes”, observou.

Segundo o diretor da Acadepol, Severiano Pedro Filho, os alunos contemplados nesta primeira etapa do projeto vão participar de atividades ministradas por uma equipe multidisciplinar, formada por pedagogos, psicólogos, assistentes sociais e policiais. “O Criança Cidadã visa promover a inclusão social, dando oportunidade para que crianças e adolescentes tenham atividades diferenciadas e cursos profissionalizantes em parceria com o Senai. Nosso objetivo é agir de forma preventiva e evitar que eles se envolvam com a criminalidade”, afirmou.

O estudante Jabes Soares tem 17 anos, mora em Bayeux, e foi selecionado para participar do projeto Criança Cidadã. Ele comentou que conheceu o projeto por meio da escola e se interessou, porque oferece diversas atividades e cursos. “Eu espero que esta ação seja proveitosa e promova uma elevação dos jovens no convívio com a sociedade. Através do projeto, terei a chance de fazer um curso profissionalizante de eletricista, vai ser muito bom”, falou.

 

Secom

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia investiga morte de criança encontrada em rede, na PB

A Polícia Civil da Paraíba está investigando a causa da morte de uma criança de apenas dois anos, cujo corpo foi encontrado, dentro de uma rede,  de balançar, no município…

Casos envolvendo motos lideram entradas no Trauma de CG

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande, atendeu 470 usuários no fim de semana (14 e 15/9). O balanço tem como base as entradas…