Por pbagora.com.br

A Rede Globo reduziu o salário de diversos atores de sua dramaturgia em virtude da quarentena imposta pela pandemia do novo Coronavírus. A situação irritou parte dos seus contratados que foram pegos de surpresa ao verificar os valores depositados nas suas contas.

Parte do elenco global que recebe seus vencimentos por trabalhar em regime de Pessoa Jurídica, ficou surpresa pois o corte não teve nenhum aviso prévio.

Segundo apurou o NaTelinha, o corte não é diminuição de salário por causa da crise econômica que assola o país durante a pandemia, mas sim por conta de uma cláusula contratual. Todo artista da dramaturgia da emissora tem um salário definido em seu contrato, mas quando este profissional está trabalhando em alguma produção da casa, os valores sobem em até 30%.

Artistas envolvidos em produções como Amor de Mãe e Salve-se Quem Puder, que foram suspensas em plena exibição devido à proibição de novas gravações, além do elenco de Em Seu Lugar, a próxima trama das 21h e Nos Tempos do Imperador, das 18h, tiveram o percentual retirado.

Como muita gente trabalhou parte de março, os valores pagos foram proporcionais, mas a diferença foi grande em relação ao que era esperado. Uma das atrizes de Amor de Mãe, por exemplo, ficou irritada ao conferir o depósito em sua conta corrente.

Um funcionário da casa confirmou o corte de salários e afirmou, no entanto, que está previsto em contrato o recebimento do percentual apenas no período em que há projetos sendo desenvolvidos e que, com a interrupção das gravações, é natural os cortes. Ele, porém lembrou que o incômodo dos colegas se deu pela falta de aviso da empresa sobre a diferença que cairia na conta.

Cortes da Globo na quarentena

Não foram apenas nas novelas que aconteceram os cortes. Artistas que estavam trabalhando em projetos de séries sofreram do mesmo problema. Produções como Anjo de Hamburgo e a segunda temporada de Aruanas tiveram de ser paralisadas por causa da quarentena.

Portanto, nomes como Sophie Charlotte e Débora Falabella tiveram seus salários enxutos no mês de abril e seguirão sem receber o adendo financeiro até que as gravações retornem. A regra, no entanto, é válida apenas para quem tem contrato fixo com a emissora; profissionais em contrato por obra continuam recebendo para manter o vínculo e não correr o risco de, no retorno das gravações, terem fechado outro projeto.

Novelistas não sofreram cortes

Mesmo novelistas, com salários milionários, também possuem o aumento de até 30% enquanto estão com um projeto aprovado e, neste caso, a Globo não descontou este aumento. O NaTelinha apurou que a decisão se deu porque eles continuam escrevendo capítulos e fazendo ajustes.

Manuela Dias e Daniel Ortiz, inclusive, já entregaram blocos de capítulos para a avaliação do Fórum de Dramaturgia, uma vez que tanto Amor de Mãe quanto Salve-se Quem Puder terão de passar por mudanças, por conta do período de gravação.

Procurada, a Globo afirmou que a informação sobre o corte nos salários de seus artistas não procede.

Fonte: Na Telinha

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João discute investimento de R$ 1 bilhão em implantação de parque eólico

O governador João Azevêdo se reuniu, nesta quarta-feira (23), no Palácio da Redenção, em João Pessoa, com representantes da EDF Renewables. A empresa irá instalar, a partir do primeiro semestre…

Diego Tavares assume vaga no Senado após pedido de licença de Daniella

A Paraíba já tem um novo senador. Trata-se do suplente Diego Tavares, do PP, que tomou posse no Senado Federal, nesta quarta-feira (23), após um pedido de licença de  quatro…