Por pbagora.com.br
 
 

Nesta segunda-feira (08) o secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, rebateu as acusações feitas pelo prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, sobre a bandeira em que o município foi colocado no mapa do Plano Novo Normal.

De acordo com Geraldo Bruno não deveria fazer tais críticas, já que, ainda segundo Geraldo ele precisa entender que o índice de transmissibilidade apontado no mapa não é sequer calculado pela gestão e sim pela Universidade Federal da Paraíba.

“É incompreensível essa dúvida do prefeito de Campina Grande. É um neófito em gestão pública e necessita aprender a interpretar e calcular o índice de transmissibilidade, que não é calculado pelo governo e sim pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB)”, ressaltou.

As declarações repercutiram após Bruno ter apontado na noite desse domingo (09) uma suposta ‘incompetência da Secretaria Estadual de Saúde’ em sua gestão da crise da covid-19.

PB Agora

 
 
Notícias relacionadas

Liminar obriga governos a garantirem 2ª dose da CoronaVac a paraibanos

A Justiça Federal na Paraíba (JFPB), por meio da 3ª Vara, localizada em João Pessoa, concedeu liminar ao Ministério Público Federal (MPB) e ao Ministério Público da Paraíba (MPPB) garantindo…

João Azevêdo assina convênio e autoriza doações através das contas de água para o Hospital da Fap

O governador João Azevêdo autorizou, nesta segunda-feira (19), um convênio entre a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) e o Hospital da Fundação Assistencial da Paraíba (FAP), em…