Foto: divulgação / ALPB

Na noite de ontem, segunda-feira (09), durante entrevista ao programa Frente a Frente, da TV Arapuan, o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (PSB) repercutiu a decisão da executiva nacional em nomear, sem consulta, o governador João Azevêdo (PSB) como vice-presidente da direção provisória da legenda e tratou como fato o estremecimento no jardim girassol.

Segundo o parlamentar, João e Ricardo, que estiveram unidos em 2018, hoje estão praticamente rompidos. A ausência de confiança mútua foi um dos estopins para a crise.

“Acho difícil. Não tem mais cura, estão praticamente rompidos, mas isso é ruim para a Paraíba e para os paraibanos. Se não há confiança, não há como manter a relação”, disse.

Para o parlamentar, o imbróglio no partido só começou porque Ricardo, em vez de dialogar e pedir para assumir o comando do PSB, preferiu agir.

“Se ele tivesse dialogado, tudo isso teria sido resolvido”, opinou.

Ainda ontem, em carta divulgada à imprensa, João lamentou a forma como se deu a dissolução do partido e avisou que não compactuava com uma mudança de forma abrupta.

 

PB Agora

Total
4
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João Azevêdo lança Programa Governo Digital nesta sexta-feira

O governador João Azevêdo lança, nesta sexta-feira (6), o Programa Governo Digital, que tem como principal objetivo facilitar o acesso do cidadão a diversos serviços oferecidos pelo Estado. O lançamento…

Energisa vai trocar geladeiras de 100 famílias no bairro José Pinheiro, em CG

O Projeto Nossa Energia, da Energisa, vai visitar oito municípios paraibanos até o final de dezembro. Na programação, Campina Grande será contemplada com a troca de geladeiras de 100 famílias…