O Governo do Estado, por meio da Fundação Centro Integrado de Apoio à Pessoa com Deficiência (Funad), realiza nos dias 28 e 29 deste mês a Sétima Mostra de Arte Inclusiva da Paraíba. O evento, que vai ocorrer na sede da Funad, em João Pessoa, pretende reunir usuários e profissionais da Instituição e de entidades que trabalham com políticas de inclusão da pessoa com deficiência.

A Sétima Mostra de Arte Inclusiva da Paraíba, organizada pelo Núcleo de Vivência e Artes da Funad (NVA) vai ser realizada no auditório Jimmy Queiroga, no pátio da Instituição, nos dois turnos, com abertura a partir das 8h30. Toda a programação vai homenagear, ainda, os 30 anos da Funad, comemorados neste ano.

De acordo com a presidente da Funad, Simone Jordão, o evento tem como objetivo mostrar a força da arte na inclusão e na reabilitação de pessoas com deficiência. “A arte é um valioso agente de inclusão social, oferecendo a oportunidade de exteriorizar emoções, além de colocar em prática a criatividade dos usuários”, disse, acrescentando que a realização da Sétima Mostra de Arte Inclusiva da Paraíba é uma grande oportunidade de democratizar o acesso, pelas pessoas com deficiência, às diversas manifestações culturais produzidas no estado.

Todos os espetáculos são coordenados por professores e reabilitadores da Fundação, resultado de trabalhos de terapia por meio da arte, desenvolvidos ao longo do ano. Os usuários passam por atendimento em reabilitação e apoio pedagógico, utilizando a arte como um dos pilares, promovendo a cidadania e proporcionando aos usuários mais qualidade de vida.

Destaques da programação – Um dos destaques da Sétima Mostra de Arte Inclusiva da Paraíba é a apresentação do espetáculo “Rádio Pandeiro de Ouro”, que vai homenagear o centenário de nascimento do rei do ritmo, Jackson do Pandeiro. O espetáculo será coordenado pelos professores Joelton Barros e Raquel Apolinário.

Além de apresentações musicais, a abertura vai contar ainda com dança e visitação a uma feira de artes visuais. À tarde, a programação segue com apresentações de teatro, coral, oficina de percussão, cordel e dança.
Uma feira de arte inclusiva é uma atividade paralela à Mostra de Arte Inclusiva da Paraíba, que vai apresentar trabalhos de pintura, marcenarias, colagem e papietagem, que poderão ser conhecidos nos dois turnos.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Trio de ouro de Cartaxo na PMJP descarta disputa pela CMJP

Os secretários Adalberto Fulgêncio, da Saúde, Zennedy Bezerra, , titular do Desenvolvimento Urbano, e a secretária de Educação Edilma Freire, que fazem parte do primeiro escalão da prefeitura de João…

Polícia apreende armas, réplica de fuzil, coletes e detém dois suspeitos

Policiais militares do 5º Batalhão, nas últimas horas desse sábado (4), recuperaram um veículo com registro de roubo e placa clonada no bairro de Mangabeira, na capital, com um homem…