O Governo do Estado, por meio da Fundação Centro Integrado de Apoio à Pessoa com Deficiência (Funad), realiza nos dias 28 e 29 deste mês a Sétima Mostra de Arte Inclusiva da Paraíba. O evento, que vai ocorrer na sede da Funad, em João Pessoa, pretende reunir usuários e profissionais da Instituição e de entidades que trabalham com políticas de inclusão da pessoa com deficiência.

A Sétima Mostra de Arte Inclusiva da Paraíba, organizada pelo Núcleo de Vivência e Artes da Funad (NVA) vai ser realizada no auditório Jimmy Queiroga, no pátio da Instituição, nos dois turnos, com abertura a partir das 8h30. Toda a programação vai homenagear, ainda, os 30 anos da Funad, comemorados neste ano.

De acordo com a presidente da Funad, Simone Jordão, o evento tem como objetivo mostrar a força da arte na inclusão e na reabilitação de pessoas com deficiência. “A arte é um valioso agente de inclusão social, oferecendo a oportunidade de exteriorizar emoções, além de colocar em prática a criatividade dos usuários”, disse, acrescentando que a realização da Sétima Mostra de Arte Inclusiva da Paraíba é uma grande oportunidade de democratizar o acesso, pelas pessoas com deficiência, às diversas manifestações culturais produzidas no estado.

Todos os espetáculos são coordenados por professores e reabilitadores da Fundação, resultado de trabalhos de terapia por meio da arte, desenvolvidos ao longo do ano. Os usuários passam por atendimento em reabilitação e apoio pedagógico, utilizando a arte como um dos pilares, promovendo a cidadania e proporcionando aos usuários mais qualidade de vida.

Destaques da programação – Um dos destaques da Sétima Mostra de Arte Inclusiva da Paraíba é a apresentação do espetáculo “Rádio Pandeiro de Ouro”, que vai homenagear o centenário de nascimento do rei do ritmo, Jackson do Pandeiro. O espetáculo será coordenado pelos professores Joelton Barros e Raquel Apolinário.

Além de apresentações musicais, a abertura vai contar ainda com dança e visitação a uma feira de artes visuais. À tarde, a programação segue com apresentações de teatro, coral, oficina de percussão, cordel e dança.
Uma feira de arte inclusiva é uma atividade paralela à Mostra de Arte Inclusiva da Paraíba, que vai apresentar trabalhos de pintura, marcenarias, colagem e papietagem, que poderão ser conhecidos nos dois turnos.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Criança de oito anos morre de meningite bacteriana em Cajazeiras

Nesta quinta-feira (20) a superintendência do Hospital Universitário Júlio Bandeira, em Cajazeiras, confirmou que a morte de uma menina de oito anos ocorrida nessa quarta-feira (19) foi por conta de…

Moro autoriza envio de tropas da Força Nacional para o Ceará em meio a motim de policiais

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, autorizou nesta quarta-feira (19) o envio da Força Nacional para o Ceará “a fim de proteger a população cearense, em razão…