O Fórum Todas por Uma, presidido pela deputada estadual Daniella Ribeiro (PP), emitiu nota onde repudia as agressões contra a advogada e filha do ex-prefeito da cidade de Sousa Myriam Gadelha, realizadas pelo seu ex-namorado e atual prefeito da cidade sertaneja, Fábio Tyrone.

Na nota, o Fórum emitiu sua solidariedade e exaltou a coragem de Myriam em denunciar as agressões sofridas.

Confira na íntegra:

O Fórum Todas por Uma vem a público se solidarizar com a advogada Myriam Gadelha pelas agressões sofridas no último dia 6 de dezembro pelo ex-namorado Fábio Tyrone, atual prefeito de Sousa, e repudiar qualquer tipo de violência praticada contra mulheres, seja física, psicológica, patrimonial ou sexual. Conforme boletim de ocorrência publicado nas redes sociais, Myriam sofreu socos, tapas, empurrões e xingamentos do agressor, motivado por ciúmes. 

Infelizmente, a cada dia, os números de violência doméstica crescem de forma avassaladora no nosso país. Atingem mulheres das mais diferentes classes sociais, mulheres que por muitas vezes preferem silenciar a denunciar seus agressores. Os motivos são os mais diversos possíveis, sendo a dependência econômica, a vergonha e o medo, os mais comuns. 

A coragem de Myriam Gadelha de denunciar as agressões deve servir de exemplo para tantas outras mulheres que se reconhecem nessa situação. É preciso denunciar o quanto antes, para que a violência cesse e o agressor seja punido na forma da lei. Quando a máscara do agressor cai, a mulher precisa pedir ajuda. De imediato.

A realidade mostra que ter pena do agressor só aumenta o risco, inclusive de morte, da vítima. Por isso, é importante a divulgação dos diversos canais de denúncia e da existência da Lei Maria da Penha. Importante também lembrar que as denúncias podem ser feitas por qualquer pessoa, e não apenas pela vítima.  

O silêncio que torna as mulheres reféns dentro de suas próprias casas e aprisionadas em ‘amores’ doentios só beneficia o algoz. Por isso, o Fórum Todas por Uma levanta a bandeira pelo fim do machismo e contra a violência doméstica. Sozinhas, nossa voz pode não ser ouvida, mas juntas sempre seremos mais fortes. Ontem foi Maria da Penha, hoje foi Myriam. Não esperemos a próxima vítima para lutarmos por igualdade de direitos e pelo fim da violência. 

Denúncias 

Disque 180 – Secretaria de Políticas para Mulheres 
Disque 0800 283 3883 – Centro de Referência da Mulher Ednalva Bezerra

Assinam a nota: 

Daniella Ribeiro – Presidente do Fórum Todas por Uma, Deputada estadual  
Eliomara Abrantes – Advogada
Marianne Góes – Jornalista, Designer, Diretora Geral da Estação Cabo Branco
Loreley Garcia – Professora titular, UFPB/PPGS
Marina Gadelha – Advogada, Conselheira Federal da OAB
Edna Silva – Presidente da Associação AME PB
Rosália Lucas – Empresária, Presidente da Fundação CDL-CG, Secretária de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Campina Grande 
Josilene Aires Moreira – Professora-adjunta do Centro de Informática, UFPB. Coordenadora do Observatório da Violência UFPB
Nadja Oliveira – Diretora-Técnica do Parque Tecnológico, Docente e chefe do Departamento de Odontologia da UEPB 
Helena Holanda – Vereadora 
Adriana Basílio – Fisioterapeuta 

Paraíba, 9 de dezembro de 2018

PB Agora

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João avisa que não tem intenção de deixar PSB, mas deixa janela aberta

O governador João Azevêdo (PSB) confirmou, em entrevista nesta sexta-feira (20), que continua recebendo o convite de vários partidos que têm se colocado à disposição quando o assunto é a…

Acusados de integrarem grupo de extermínio serão levados a júri em CG

Dois réus denunciados por participação em grupo de extermínio, na região do Município de Mari, serão julgados pelo Tribunal do Júri da Comarca de Campina Grande. Esta foi a decisão…