O vereador Leo Bezerra (PSB) cobrou à Prefeitura de João Pessoa uma solução para o impasse em torno da instalação de um empreendimento do Grupo Ferreira Costa na Capital. Na tribuna da Câmara Municipal, nesta quarta-feira (13), o parlamentar criticou o embargo feito pela Prefeitura e a falta de diálogo.

 

A medida da Prefeitura afeta a continuidade do empreendimento que irá gerar 500 empregos. Leo Bezerra questionou o fato da gestão municipal não ter convocado o grupo empresarial para uma conversar antes de promover o embargo. “Precisamos de empresas que venham ao município de João Pessoa para gerar emprego, renda e melhorar a qualidade de vida”, pontuou.

 

Em seu discurso, Leo Bezerra lembrou que o prefeito Luciano Cartaxo não dialoga com a população, empresários e entidades. “A população de João Pessoa não quer debater através de nota. Eu gostaria que o prefeito não emitisse nota, e sim chamasse a equipe técnica para discutir e encontrar algum meio de solucionar o problema. Insisto em dizer que o problema está na falta de diálogo”, disparou.

 

Ele destacou a falta de transparência do gestor diante do remanejamento de recursos na ordem de R$ 90 milhões aprovado pela Câmara Municipal.  “Foram retirados recursos para incentivo ao esporte, para construção de Unidades de Saúde da Família”, revelou. Leo Bezerra apresentou pedido de vista, mas a solicitação foi negada pelos parlamentares.

 

Assessoria de Imprensa

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mega-Sena pode pagar R$ 31 milhões neste sábado

O concurso 2.216 pode pagar um prêmio de R$ 31 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre neste sábado (14) em São Paulo (SP). A aposta mínima…

Litoral da Paraíba tem três praias impróprias para banho; veja

Neste final de semana, o Litoral da Paraíba tem três praias impróprias para banho com trechos distribuídos em João Pessoa. As informações são do relatório divulgado pela Superintendência de Administração…