A confluência entre oposição e situação na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), mais especificamente os deputados Felipe Leitão (DEM), que ocupa a bancada governista, e o oposicionista Cabo Gilberto (PSL) conseguiram coletar, na manhã desta quarta-feira as doze assinaturas necessárias para solicitar a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) a fim de investigar supostos atos ilícitos praticados pela Energisa.

O mecanismo investigativo aguardará o rito do Regimento Interno da Casa, que discorre sobre o número máximo de CPIs funcionando de forma concomitante. Felipe Leitão informou que respeita os envolvidos nas Comissões em curso, contudo, na sua avaliação, muito pouco foi realizado, daí buscar uma conversa com o presidente da Casa, Adriano Galdino (PSB) e demais parlamentares para que o inquérito da Energisa possa ter um olhar diferenciado, em decorrência das graves denúncias contra a concessionária de energia.

No mesmo diapasão de Leitão, cabo Gilberto fará esforço para que a CPI da Energisa tenha caráter prioritário na Casa. O parlamentar liberal informou, ainda, que está requerendo à Casa de Epitácio Pessoa alteração no Regimento Interno, aumentando o número de Comissões em funcionamento de 3 para 6. Na sua lógica, a atual legislatura vem trabalhando de forma contínua e em grande volume de proposituras, daí justificar seu pedido.

 

Eliabe Castor

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Menina tem perna amputada após ser atingida por carro desgovernado, na PB

Um grave acidente culminou com a amputação da perna de uma menina de apenas 6 anos da cidade de Manaíra, no Sertão paraibano, durante o final de semana. De acordo…

INGÁ: Justiça determina internação de idoso que vivia em bueiro

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) requereu e a Justiça deferiu o pedido de antecipação de tutela, determinando a internação compulsória de um idoso em situação de rua na BR-230…