Por pbagora.com.br

Efraim volta a ser defende das acusações sobre contratação de fantasmas e justifica que todos os 81 senadores fazem a mesma coisa: “Está fundamentado no Regimento Interno”

O candidato ao Senado Efraim Morais (DEM) declarou, na tarde desta terça-feira, que a denúncia de contratação dos funcionários fantasmas em seu gabinete não passa de perseguição política em virtude da sua atuação parlamentar a frente do Senado e disparou: “Todos os 81 senadores também realizam contratos, dispondo seus funcionários em parte no gabinete e a outra em seu Estado de origem, mas isso não implica dizer que são fantasmas”.

Efraim explicou que alguns senadores preferem contratar menos funcionários lhes pagando um salário maior. Em seu caso, ele optou por contratar mais pagando salários menores, justificando assim os 43 funcionários chamados de “fantasmas” após denúncias feitas contra ele. “Desta forma estarei contratando e atendendo um número maior de pessoas que nos ajudam trabalhando durante as campanhas eleitorais. Elas são diretamente beneficiadas em seu próprio Estado”, disse.

O senador complementou: “E isso tudo é legal, está de acordo com o Regimento Interno do Senado. Não sou o único senador a contratar funcionários que prestam serviços no próprio Estado, até porquê não temos como colocar todos no gabinete em Brasília”, explicou.

Ele acrescentou que as denuncias de fantasmas em seu gabinete se trata de perseguição política porque ele é um parlamentar atuante e exemplar. “Eu presidi a CPI dos bingos, apareci mais do que devia e para essas pessoas isso incomoda. Tenho minha consciência tranquila quanto a isto. Até agora nenhuma denúncia contra mim gerou processo. Tenho certidão negativa limpa e sou um político exemplar”, finalizou.

 

Simone Duarte

PB Agora
 

Notícias relacionadas

Mãe do jornalista e servidor da CMJP Paulo de Pádua morre por complicações da Covid

Morreu nesta terça-feira (13) a mãe do jornalista Paulo de Pádua, servidor da Câmara Municipal de João Pessoa. Daura Camelo de Vasconcelos, de 98 anos, faleceu dormindo, no início da…

Comissão aprova cassação de registro de empresas por maus-tratos a animais

A Comissão de Desenvolvimento, Turismo e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, nesta quarta-feira (13), a cassação da inscrição estadual de empresas que provoquem maus-tratos a animais,…