O vereador Galego do Leite (Podemos) protocolou requerimento na Câmara Municipal de Campina Grande na manhã desta terça-feira, 30, solicitando que a Casa convoque os ex-secretários Paulo Roberto Diniz (Administração) e Iolanda Barbosa (Educação) para prestar esclarecimentos a respeito das denúncias que envolvem a “Operação Famintos”. Os dois foram afastados pela justiça e, em seguida, deixaram as funções.
“A Câmara é um espaço de debate para as questões sócio-politico-econômicas do município e, tendo em vista as ultimas notícias em torno de uma operação da Polícia Federal, bem como as possíveis fraudes inerentes aos processos licitatórios, fica evidente a necessidade de ouvi-los nesta casa acerca de vários assuntos relativos aos cargos que ocupavam no município, até a ultima semana”, destacou Galego no documento.
Na tribuna, o parlamentar lembrou que ouvir os ex-gestores municipais não representa qualquer tipo de pré-julgamento, mas apenas o exercício da competência parlamentar, sendo, inclusive, uma oportunidade para manifestação dos ex-secretários perante a opinião pública do município.
“Recentemente, o Congresso Nacional convocou o ministro Sérgio Moro, da Justiça, e ele foi até lá, falou, respondeu perguntas, inclusive se saiu muito bem. Entendo que temos esse papel, que será uma oportunidade interessante até para os dois ex-gestores que falarão ao povo de Campina Grande e serão ouvidos pelos representantes do povo, que são os vereadores”, disse Galego do Leite.
Redação com Assessoria
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Desvio no IPAM provoca nova decisão de afastamento contra Berg Lima

O desembargador Joás de Brito Pereira Filho determinou o afastamento cautelar do prefeito do Município de Bayeux, Gutemberg de Lima Davi (Berg Lima), em razão do desvio de recursos do…

Em reunião, Kita apresenta a João ações iniciais e pede auxílio para UPA de Bayeux

O prefeito de Bayeux, Jefferson Kita (Cidadania), participou da primeira reunião online com os prefeitos da Grande João Pessoa e o Governador João Azevedo (Cidadania), para discutir as novas medidas…