Por pbagora.com.br

Um dia após sepultar a parente, uma família descobriu que a idosa na verdade estava viva e enterrou o corpo de uma outra mulher. O caso aconteceu no município de Santa Cruz, no Sertão da Paraíba.

A família realizou o sepultamento após receber do hospital o corpo de uma mulher com o mesmo nome da parente. De acordo com o que foi relatado pelos familiares da idosa, o corpo não passou por reconhecimento porque acreditava-se que a idosa havia morrido por Covid-19, desta forma, o enterro foi realizado com caixão lacrado.

Porém, no dia seguinte, descobriu-se que a parente estava viva e o corpo enterrado era de outra mulher que tinha o mesmo nome. A direção do Hospital Regional de Piancó confirmou a troca da identificação das pacientes. Segundo a unidade hospitalar, aconteceu um erro humano, onde o profissional trocou a identificação do paciente e ao identificar o erro, as medidas foram tomadas para reparação e que também havia sido prestada assistência jurídica às famílias

Ainda de acordo com o hospital, a idosa viva é Maria França de Andrade, de 76 anos, natural do município de Santa Cruz. Ela foi internada no dia 24 de dezembro, diagnosticada com covid-19. Ela já recebeu alta e está em casa.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PB busca Parceria Público-Privada para construção de ponte Cabedelo-Lucena e concessões

O Governo da Paraíba atualizou seu plano de Parcerias Público-Privadas (PPP) e na lista de projetos, divulgada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (14), está a construção de uma…

Covid: JP e CG lideram registros de novos casos nas últimas 24h na Paraíba

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, nesta quarta-feira (13), 681 casos da Covid- 19. Entre os confirmados hoje, 100 (14,68%) são casos de pacientes hospitalizados e 581 (85,32%)…