Por pbagora.com.br

Um ex-superintende da Polícia Civil de João Pessoa revelou nesta quinta-feira (6) que foi pressionado a retirar o delegado Lucas Sá de Oliveira do comando da Delegação de Defraudações e Falsificações da capital. Em entrevista a TV Paraíba ele contou que teria aconteceu porque Lucas estava à frente da Operação Cartola, que investigou fraudes no futebol paraibano e o envolvimento de agentes políticos no esquema.

A denúncia foi feita por Marcos Paulo Vilella.

“Toda a sociedade sabe o que aconteceu. Não só ele foi exonerado como eu também. Até porque em vários momentos me pediram para tirar e eu disse que não tiraria o delegado”, revelou.

“Ele estava fazendo seu trabalho de maneira correta com toda sua equipe e (disse) que para tirá-lo, teria que me tirar também. E foi isso o que aconteceu”, acrescentou.

O outro lado. Em nota, a Delegacia Geral da Polícia Civil da Paraíba informou que desconhece o fato narrado pelo delegado Marcos Paulo Vilella.

Redação

Notícias relacionadas

Opinião: o “Inferno de Dante” no transporte público de JP quer aumento na tarifa

O dia é de sol. Um belo dia de sol escaldante no verão pessoense. Encerrada essa estação, chuvas torrenciais e inesperadas chegam. Ruas viram rios e praticamente toda a mobilidade…

Paraíba passa a marca de 4 mil mortes por covid-19

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, nesta terça (26), 186.033 casos da Covid- 19. Entre os confirmados hoje, 90 (8%) são casos de pacientes hospitalizados e 1.036 (92%)…