Irregularidades na construção de anexo para funcionamento de biblioteca da Câmara Municipal de Cubati motivaram a condenação do ex-presidente da Casa, Juaci Cordeiro de Souza, pela prática de Improbidade Administrativa. Os fatos ocorreram no exercício de 2007. A sentença foi prolatada pelo juiz Rusio Lima de Melo, durante o Mutirão da Meta 4, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), no âmbito do Judiciário estadual.

Foram aplicadas as seguintes sanções: ressarcimento integral do dano no valor R$ 14.412,32 e multa civil no valor equivalente ao de três mês de remuneração mensal percebida pelo demandado à época dos fatos, enquanto Vereador e Presidente da Câmara de Cubati.

De acordo com os autos, a obra apresentou inúmeras irregularidades em desacordo com especificações técnicas, concluindo-se que o dinheiro público gasto foi desperdiçado. Para o Ministério Público estadual, o valor aplicado (R$ 14.412,32) foi usado em obra precária, em desacordo com as mínimas especificações técnicas, não tendo a construção condições de abrigar uma edificação pública, qual seja, a biblioteca da Câmara Municipal.

Em sua defesa, o ex-gestor alegou não haver comprovação de ter agido com vontade livre e consciente de buscar o resultado sabidamente ilícito.

Na sentença, o juiz Rusio Lima afirma que restou comprovado o prejuízo aos cofres públicos. “Comprovado que determinada obra pública é imprestável para os fins a que se destina, não atendendo a mínimos requisitos técnicos, fica claro o prejuízo ao erário e a justificativa para a condenação do gestor público por ato de improbidade administrativa, sobretudo quando processualmente a parte promovida se abstém de comprovar fato desconstitutivo, impeditivo ou modificativo do direito do autor”, ressaltou.

PB Agora com informações do TJPB

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cavalo morre e motociclista fica ferido em colisão, na estrada de Lucena

Um cavalo morreu e um motociclista ficou gravemente ferido, após colidirem, na noite de ontem, sábado (04), em uma estrada que corta o município de Lucena, na Paraíba. O acidente aconteceu…

Família procura oficial de Justiça desaparecido há dois meses em JP

Completou dois meses que o oficial de Justiça do Tribunal de Justiça da Paraíba, Antônio de Paula Magalhães Filho, mais conhecido como Tony, está desaparecido de sua residência em João…