Por pbagora.com.br

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Félix Fischer, negou pedido de habeas corpus em favor do ex-prefeito de Cabedelo Leto Viana e manteve o ex-gestor na prisão.

Leto Viana está preso desde o dia 3 de abril por envolvimento no esquema de desvio de recursos públicos em Cabedelo, conforme investigação da Operação Xeque-Mate.

Em sua decisão o ministro Felix Fischer ressaltou que o Ministério Público Federal (MPF) opinou pelo não conhecimento do habeas corpus.

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Notícias relacionadas

MPF pede prioridade de vacinação para tabajaras e índios não aldeados

O Ministério Público Federal (MPF) solicitou à Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba (SES-PB) e ao Distrito Sanitário Especial Indígena Potiguara (DSEI Potiguara) a vacinação contra a covid-19 para…

Empresas iniciam execução de limpeza nesta semana em JP

Nesta segunda-feira (19) a Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) informou, que a contratação emergencial de duas empresas de engenharia para execução dos serviços de limpeza urbana e manejo…