O advogado Francisco Remígio de Araújo, de 77 anos, morreu por volta das 3 horas desta segunda-feira, 13, no Hospital Nossa Senhora das Neves, onde estava internado desde a última quinta-feira, 9. Ele teve falência múltipla de órgãos. O velório, com restrição para 10 pessoas por vez, foi realizado no Parque das Acácias e o sepultamento se deu no fim da manhã.

Nesta segunda-feira (13) a  Associação Paraibana de Imprensa através de sua diretoria e em nome de todos os associados, lamentou a morte do comunicador

CONFIRA

A Associação Paraibana de Imprensa através de sua diretoria e em nome de todos os associados vem a público lamentar a morte do jornalista Francisco Remígio, 77 anos, ocorrida na madrugada desta segunda-feira, 13. Francisco foi diretor da Radio Tabajara e do jornal A União, e lutava contra um câncer há dois anos.

De acordo com pessoas próximas, Francisco Remígio lutou bravamente contra a doença, mas infelizmente foi vencido. Neste momento de luto e de luta, a API se solidariza com familiares e amigos e espera que o tempo seja capaz de confortar a todos e deixar latente apenas as boas memórias do jornalista.

O velório aconteceu com restrição para 10 pessoas por vez por conta da pandemia do coronavírus, e foi realizado no Parque das Acácias, onde também ocorreu o sepultamento no fim da manhã.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Combate ao coronavírus: maior gasto até agora foi com Auxílio Emergencial

O governo federal já gastou R$ 113,80 bilhões no combate ao coronavírus, de um total de R$ 319,45 bilhões de gastos autorizados. A maior parte do que já foi pago…

Coleta de lixo sofre mudanças em vários bairros de CG

A partir desta segunda-feira, 01 de junho, o sistema de coleta de lixo domiciliar  muda em vários bairros de Campina Grande, passando do período diurno para o noturno. A informação é da…