Por pbagora.com.br

Durante sessão especial realizada na Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG) na manhã desta sexta-feira (11), estudantes ocuparam as dependências da Casa Félix Araújo, mas foram impedidos, por seguranças da Casa, de entrar no plenário e participar da sessão. A manifestação teve como objetivo protestar contra a PEC 241 e o provável aumento salarial aos vereadores.

O protesto que se iniciou pelas ruas centrais da cidade, se estendeu até a Casa se Félix Araújo, onde os vereadores promoviam a entrega de um título de cidadão campinense ao presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Marcos Cavalcanti de Albuquerque, e aos desembargadores José Aurélio da Cruz e Fátima Bezerra Cavalcanti.

Esta semana, estudantes ocuparam a Escola Estadual da Prata e Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) em protesto contra a reforma do Ensino Médio e Projeto de Emenda à Constituição (PEC 241).

Segundo um dos organizadores o professor e ex-candidato a prefeito David Lobão (PSOL) o protesto visou mostrar o repudio da sociedade a PEC 241 e aos prováveis aumentos salariais dos vereadores defendido pelo presidente da Câmara vereador Pimentel Filho (PSD).

 

 

Veja vídeo

 

 

 

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Pombal é condenada a indenizar pais de menor que morreu ao cair de ônibus escolar

Durante audiência de conciliação, instrução e julgamento, realizada de forma semipresencial, o juiz Luiz Gonzaga Pereira de Melo Filho, da 1ª Vara Mista de Pombal, proferiu sentença, condenando o Município…

Dia do Servidor Público: veja repartições públicas da Paraíba que fecham nesta 4ª

O feriado do Dia do Servidor Público é comemorado no dia 28 de outubro, mas será transferido, em alguns órgãos públicos da Paraíba, para a sexta-feira (30). Confira a lista…