Por pbagora.com.br
Imagens: ​Shirley Emmanuely – estagiária Uninassau

A Estação do Turista, localizada na Estação Velha de Campina Grande, vem fazendo bastante sucesso entre turistas e campinenses que desejam conhecer a história dos festejos juninos da cidade. No ambiente podemos encontrar o Memorial do Maior São João do Mundo, o Memorial das Quadrilhas Juninas e ainda uma exposição que mostra a vida e obra das cantoras Marinês e Elba Ramalho, esta última homenageada na edição 2019 d’O Maior São João do Mundo.

Cléa Cordeiro, idealizadora do Memorial do Maior São João do Mundo, contou um pouco sobre a importância em manter a cultura viva, principalmente para as próximas gerações. “Um ambiente desses é de fundamental importância, primeiro porque conta a história de um evento que hoje é nacional e até internacional. O memorial conta a história para os jovens. Essa é nossa maior preocupação, pois, principalmente, desperta nesses jovens a importância da manutenção da cultura e da tradição nordestina”, ressaltou.

Diversos turistas já visitaram o local. Uma delas foi Rosângela Leal, da cidade de São Paulo, que está pela primeira vez em Campina Grande, especialmente para conhecer os festejos do Maior São João do Mundo. Ela falou sobre a beleza do São João e da história do Parque do Povo.

“Estou gostando bastante. O São João é bastante bonito. Eu até pensei que o Parque do Povo fosse mais novo, mas, entrando neste ambiente, pude perceber que ele é bastante antigo e carrega uma história muito bonita. Pretendo voltar para Campina Grande. É uma festa maravilhosa”, disse Rosângela.

A professora Maria Liege, do curso de História da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), visita todos os anos o Memorial do Maior São João do Mundo e, como não poderia ser diferente, trouxe seus alunos da disciplina de História da Arte para conhecer sobre os festejos juninos. A professora ressaltou a importância de ambientes, como o da Estação do Turista, para a formação acadêmica.

“Eu fiz questão de traze-los aqui porque, para os alunos, é muito importante pois desperta muita coisa ou até mesmo eles podem rever aquilo que era considerado estereotipado, passando a ver de uma forma mais real. Nós sabemos que o real são coisas que já existiram. Nós temos lembranças. Então, a vinda destes alunos para ambientes como este mudará a escrita deles e o conhecimento sobre a sua cidade”, explicou a professora.

A aluna Priscila Portela Martins, do curso de História, contou também como foi a experiência em conhecer um ambiente tão rico como a Estação do Turista. “Eu acho imprescindível, como moradora da cidade de Campina Grande, entender toda essa construção da história da própria cidade, relacionando ao mesmo tempo ao São João. Falar de Campina é falar do São João”, declarou.

Quadrilhas Juninas – A Estação do Turista conta ainda com um espaço dedicado às Quadrilhas Juninas, idealizado por Lima Filho, ex-presidente da Associação de Quadrilhas Juninas de Campina Grande (Asquaju). Ele contou sobre como surgiu a ideia de montar esse Memorial e a importância dele na construção histórica das quadrilhas juninas.

“A ideia do Memorial surgiu em 2014, após ver as quadrilhas de Campina Grande fechando e nós tínhamos que manter a memória, pois muitos dançarinos vendem seus figurinos ao termino dos festejos juninos. Então essa memória ia se perdendo. O Memorial surgiu com a missão de manter viva a história das quadrilhas, ao longo dos anos, e suas transformações, para que as pessoas possam conhecer e saber como os quadrilheiros estão fazendo este novo jeito de quadrilha junina, sabendo que a cultura não é estática e está sempre em processo de renovação”, afirmou Lima.

A Estação do Turista, uma realização da Prefeitura de Campina Grande, está aberta de domingo a domingo e o funcionamento acontece das 17h até às 23h. A entrada é gratuita.

O local dispõe ainda de uma área para venda de alimentos, bebidas e palco para shows. O espaço também caiu no gosto de muitas família, que após conhecerem a história e tradições da cidade, aproveitam a oportunidade para se divertirem ao som de muito forró.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cícero Lucena e Léo Bezerra oficializam registro de candidatura no TSE/PB

O ex-senador Cícero Lucena (PP) e o vereador Léo Bezerra, do Cidadania, oficializaram o registro de candidatura, na tarde desta quinta-feira (24), no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para disputar à…

Justiça proíbe comícios, carreatas e caminhadas em três cidades da PB

Na publicação desta quinta-feira (24) do Diário da Justiça Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), um ato judicial assinado pela juíza Francisca Brena Camelo Britoa disciplina a realização…