A Direção da Energisa encaminhou nota a imprensa na tarde desta quinta-feira (02) para explicar o impasse com o Sindicato das Indústrias Urbanas

NOTA À IMPRENSA

 

A direção da Energisa Paraíba/Borborema informa que celebrou Acordo Coletivo de Trabalho com o Sindicato das Indústrias Urbanas da Paraíba (STIUPB), entidade que representa os eletricitários do interior da Paraíba. A categoria aceitou a proposta de reajuste salarial de 5,4% contra uma inflação de 5,1% no mesmo período. A correção foi baseada na variação do INPC – Índice Nacional de Preços ao Consumidor – e representa 5,5% acima da inflação do período. Além da correção salarial, a Energisa reajustou o valor do vale-alimentação em 8,7%, passando de R$ 460,00 para R$ 500,00, e aumentou a gratificação eventual em 10%. O valor que, em 2009 foi de R$ 1.000,00, passou para R$ 1.100,00 pagos integralmente junto com o pagamento de novembro.

A mesma proposta foi recusada pelo Sindicato dos Eletricitários da Paraíba (Sindieletric), que representa a categoria baseada em João Pessoa. A Energisa entende que a atitude intransigente dos representantes de seus colaboradores prejudica a categoria lotada na Capital, já que não serão creditados, imediatamente, os ganhos do Acordo Coletivo.

A empresa informa ainda que desconhece os motivos do protesto de três sindicalistas iniciado na noite de ontem, 1º de dezembro, e repudia a forma arbitrária com que foi feita a ocupação da recepção da empresa.

 

Assessoria

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cuité, Bananeiras e Itabaiana encerram ciclos de seminários do PB Rural

Os municípios de Cuité, Bananeiras e Itabaiana encerram, na próxima semana, os Ciclos dos Seminários de Divulgação e Informações do Programa PB Rural Sustentável. Em Cuité, o evento acontecerá no…

MP da liberdade econômica é sancionada; veja os principais pontos

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nessa sexta (20), em cerimônia no Palácio do Planalto, a Medida Provisória (MP) da Liberdade Econômica, agora convertida em lei. A MP havia sido apresentada…