A Paraíba o tempo todo  |

Empresário Arlan Rodrigues desiste de eleição e critica regras de disputa na FPF

Em entrevista concedida nesta terça-feira (17) à emissora de rádio na Capital o empresário Arlan Rodrigues disse que não vai registrar a chapa para a disputa pela presidência da Federação Paraibana de Futebol (FPF). Segundo ele, que chegou a buscar a Justiça em prol de obter uma disputa isonômica, as regras da eleição favorecem quem está no comando da Federação.

“Desde a semana passada que tomamos essa decisão de não seguir com a postulação à presidência da FPF. O estatuto é extremamente desigual pra quem se propõe a ser oposição. Avaliamos junto ao nosso pessoal e liberamos todos para apoiarem a quem bem entender.

Para Arlan, tentar disputar a presidência da FPF é uma luta desigual. “Literalmente, Davi contra Golias. Fomos à Justiça e entendemos que nosso pleito não foi atendido no que se refere a estabelecer um pleito isonômico a partir do cumprimento da data da eleição, bem como, a constituição da comissão, totalmente tendenciosa”, afirmou.

O empresário afirmou ainda que “e a própria condução do processo pela atual presidente o que torna o pleito desigual pra quem quer que pretenda concorrer como oposição”.

A atual presidente Michele Ramalho registrou, nesta segunda-feira (16) a chapa para concorrer à reeleição. O pleito estava marcado para acontecer no dia 23 de maio, mas foi adiado por decisão do juiz Onaldo Queiroga, da 5ª Vara Cívil de João Pessoa.

 

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe