Por pbagora.com.br

 A cidade de Campina Grande poderá receber voos do Grupo Sterna, da Espanha, além de obter financiamento de recursos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e BNB (Banco do Nordeste) para melhorar a infraestrutura do Aeroporto João Suassuna.

 

O grupo deverá iniciar as operações na Região, no início do próximo ano, já estando em fase de organização da sua estrutura administrativa e operacional. Nesta sexta-feira (13), por meio da assessoria de imprensa, a Sudene confirmou que o superintendente da autarquia, Luiz Gonzaga Paes Landim, vem mantendo negociações com um grupo espanhol para a implantação de malha aérea que cobrirá todos os estados do Nordeste e contará com aviões modernos para atender a demanda de cidades médias e grandes, não atendidas adequadamente pelo sistema atual.

 

De acordo com a Sudene, inicialmente os principais destinos a serem atendidos seriam, além de Campina Grande, Imperatriz (MA); Parnaíba (PI); Juazeiro do Norte (CE); Mossoró (RN); Petrolina (PE); Ilhéus, Porto Seguro, Barreiras e Paulo Afonso (BA). A Sudene também está articulando com instituições como o BNDES e Banco Nordeste a viabilização de financiamentos para os aeroportos dessas cidades. Paes Landim afirma que “com o apoio da Autarquia, espera-se implantar, no Nordeste, um eficiente sistema aeroviário, de modo a atender a crescente demanda regional, bem como, reduzir significativamente os custos de transportes de passageiros e de cargas aéreas na Região”.

Redação com Assessoria

Notícias relacionadas

Tribunal de Contas da Paraíba rejeita contas de Cabedelo na gestão de Leto Viana e Vitor Hugo

O Pleno do Tribunal de Contas do Estado rejeitou nesta quarta-feira (21) as contas de 2018 do município de Cabedelo, sob a responsabilidade dos prefeitos Leto Viana (01/01 a 03/04/2018)…

TCE-PB monitora vacinação contra covid nas cidades através de questionário

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) disponibiliza um questionário sobre ações da vacinação contra a Covid-19 que deve ser respondido pelos gestores públicos municipais até o dia…