Por pbagora.com.br

No primeiro final de semana de ‘quarentena’ em Campina Grande, devido a proliferação do novo coronavírus (COVID 19), a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros tiveram muito trabalho.

Desta vez, de forma inédita e inusitada, os policiais saíram as ruas, não para caçar bandidos, mas para pedir a população para se recolher devido o avanço da pandemia. As cenas, com os policiais com as sirenes dos carros ligadas, remetiam a um campo de guerra, nunca visto na Rainha da Borborema.

Os policiais percorreram as ruas mais movimentadas da cidade, como shoppings e igrejas onde geralmente se concentra o maior número de pessoas. No sábado, a noite, eles se deslocaram até o viaduto Elpídio de Almeida, no começo da avenida Floriano Peixoto, onde alertaram a população a se dirigir para casa para o chamado “isolamento social”, conforme determinação das Secretarias Municipal e Estadual de Saúde.

Esvaziar as ruas de Campina Grande, principalmente os locais geralmente movimentados nos finais de semana, como a avenida Manoel Tavares, onde se concentra os maiores bares e restaurantes da cidade, foi uma missão difícil. Os policiais insistiam para que as pessoas tomassem os devidos cuidados com o avanço do COVID 19 e cumprissem os protocolos de segurança determinados pelos médicos, e pelas autoridades sanitárias.

Uma equipe também seguiu para o shopping Partagge na avenida Severino Cabral, e exigiu que a pessoas abandonassem o estabelecimento e se recolhessem em suas casas. Rapidamente, o shooping ficou vazio. Algumas partidas de futebol amadoras também foram canceladas pela PM.
No domingo, os policiais voltaram as ruas desta vez para pedir aos frequentadores de alguns templos religiosos, principalmente os evangélicos para fechar as portas e as pessoas retornarem para as suas casas.

Missas com portas fechadas – Por recomendação da Diocese de Campina Grande, devido a disseminação do novo coronavírus, as igrejas católicas da cidade, suspenderam todas as Missas abertas ao público do 4 Domingo da Quaresma. Algumas das Missas realizadas na cidade no primeiro final de semana de “quarentena” do novo coronavírus, foram celebradas com as portas fechadas e restritas apenas a equipe de Liturgia.

Algumas paróquias como foi o caso da Paróquia da Santíssima Trindade e de São Paulo da Cruz, as duas Missas celebradas as portas fechadas no final de semana, foram transmitidas ao vivo pelo Instagram da Paróquia. Os padres reforçaram a importância dos fieis permanecerem em casa conforme orientação das autoridades, até que a pandemia seja controlada.
Na Catedral de Nossa Senhora da Conceição, assim como na Paróquia do Rosário, a Missa dominical também foi celebrada as portas fechadas e transmitida ao vivo pela Internet.

Severino Lopes
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ações e projetos de Wilson Filho estimulam doação de sangue 

Nesta quarta-feira (25), celebra-se o Dia Mundial do Doador de Sangue. O deputado estadual Wilson Filho (PTB-PB), que tem diversos projetos de leis e ações que incentivam esta prática, aproveitou…

Sal marinho será exportado pela primeira vez pelo Porto de Cabedelo

A Companhia Docas da Paraíba vai exportar sal marinho pela primeira vez. O material veio do Rio Grande do Norte e será exportado pelo Porto de Cabedelo no mês de…