Em nota divulgada neste sábado (20), o presidente da da Associação de Imprensa do Sertão Paraibano (AISP), Ulisses Neto esclareceu que as declarações de que vereadores da cidade de Patos estariam extorquindo o prefeito interino Bonifácio Rocha (PPS), não abrangem todos os parlamentares da cidade.

Ao mesmo tempo em aponta que apenas um grupo específico de vereadores estaria “mal intencionado” Ulisses declara que a “gestão não deveria ceder a chantagens e nem muito menos fazer barganha”.

Áudio Ulisses 1

Áudio Ulisses 2

Confira também a nota de Ulisses:

Venho a público esclarecer que os trechos de uma conversa privada entre minha pessoa e o empresário Adolpho Crispim foi exposta de maneira irresponsável e fora do contexto, e por ser algo entre duas pessoas civis, não representa a opinião da Associação de Imprensa do Sertão Paraibano (AISP).

Com pouco mais de um mês que o vice-prefeito Bonifácio Rocha assumiu de forma interina a gestão municipal e circulava na cidade de Patos uma conversa de que alguns vereadores estariam tentando extorquir o novo gestor, e que o empresário e Presidente do Partido Popular Socialista (PPS), Adolpho Crispim, estaria articulando com a câmara troca de cargos e até mesmo secretarias na gestão, no intuito tentar controlar a situação. Então, comentando sobre essa situação em uma conversa de WhatsApp com o mesmo, deixei claro de que ALGUNS vereadores estariam sim mal intencionadas, porém a gestão não deveria ceder a chantagens e nem muito menos fazer barganha, mas sim buscar uma coalisão entre os respectivos Poderes Legislativo e Executivo, para tentar retirar o município da situação delicada a qual está enfrentando no momento, também afirmei que disseminar esse boato de que poderia haver um possível golpe parlamentar não seria salutar, pois só geraria mais instabilidade para a gestão, inclusive o mesmo concordou comigo. 

Restabelecida a verdade, reitero meu respeito ao Legislativo patoense, e lamento a forma irresponsável e má intencionada pela qual foi exposto trechos da conversa informal entre duas pessoas que a princípio apenas discutia sobre o bem de Patos e do povo patoense.

20/10/2018

Att.
Ulisses Leandro C. Neto

PB Agora

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Paraibano lança curso ensinando fazer robôs em plataforma internacional

Todos nós conseguimos perceber mudanças cada vez mais velozes no mundo. Em menos de uma década, passamos dos computadores de mesa e ambientes conectados apenas através de cabos para uma…