A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

Em meio a polêmica do esquema das joias, Pedro admite pela 1ª vez que não votou em Bolsonaro em 2022

Ex-candidato ao Governo da Paraíba, o ex-deputado federal Pedro Cunha Lima, que atualmente é o presidente estadual do PSDB, admitiu, pela primeira vez, publicamente, em entrevista nesta sexta-feira (25), que não votou no presidente Jair Bolsonaro (PL) nas eleições de 2022. A declaração acontece em meio a polêmica do esquema ilegal de venda joias em que Bolsonaro está envolvido.

Pedro disse que manteve firmeza na postura, mesmo compressão da base aliada. “Eu tive a posição de focar o debate na Paraíba e respeito muito àqueles que votaram em Lula e àqueles que votaram em Bolsonaro, e registrei apenas aquilo que todos observaram a campanha eleitoral, ou seja, mantive a posição de independência para mostrar a nossa posição no estado e de fato não ficamos com Bolsonaro. De fato seria uma tendência mais natural, já que Lula ficou com João, mas não ficamos com Bolsonaro”, destacou.

As declarações foram veiculadas no programa Arapuan Verdade.

 

PB Agora

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe