A Paraíba o tempo todo  |

Em evento da OAB, na Paraíba, Fachin diz que o Brasil “não tolera o populismo autoritário” e o ataque às urnas

O ministro Edson Fachin, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), participou de forma online de evento da OAB da Paraíba e criticou as declarações do presidente Jair Bolsonaro (PL) para desacreditar as urnas eletrônicas.

De acordo ele no Brasil prevalece a democracia e não tolera o populismo autoritário.

“É o Brasil democrático, do Estado democrático de direito. É o Brasil que, portanto, não tolera o populismo autoritário e é o Brasil que defende a história da redemocratização em homenagem e em memória de quem combateu o regime ditatorial entre nós e atuou para que todos nós, nossos filhos e gerações que os sucederam vivam numa sociedade que seja marcada pelo enfrentamento das estruturas sociais, econômicas e políticas injustas e discriminatórias, para que esse enfrentamento se faça dentro da democracia”, disse.

O discurso de Fachin foi complementado pelo presidente da OAB da Paraíba, Harrison Targino. Ele tratou de reafirmar a segurança das urnas eletrônicas e traçou um paralelo com o que se tinha no passado. Targino lembrou o período em que se usava as urnas de lona e o voto em papel. O dirigente destacou tanto a demora para a divulgação dos resultados, como as muitas denúncias de corrupção eleitoral. No atual modelo, ele reforça, não existem denúncias minimamente factíveis de fraude no período eleitoral.

O dirigente reforçou que o Comitê, que conta com a participação da Associação Paraibana de Imprensa (API) e várias outras entidades, tem a missão de combater a desinformação. Para isso, tem buscado parcerias. “Mantemos diálogo com todos os Poderes para poder cumprir o papel constitucional da OAB, que é defender a advocacia e o Estado de Direito. Dentro disso, defender o sistema eleitoral ocupa espaço central”, afirmou o presidente da OAB-PB.

PB Agora ocam informações do Blog do Suetoni

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe