Após assembleia realizada nesta terça-feira (22), a Associação dos Magistrados da Paraíba (AMPB) decidiu processar a jornalista e ex-preimeira dama da Paraíba, Pâmela Bório, judicialmente.

De acordo com o Blog do Diego Lima, a presidente da associação, Aparecida Gadelha, informou que “a Associação decidiu ajuizar ação cível contra os ataques da jornalista, pois somente no âmbito cível a Associação detém legitimidade.”

Segundo Aparecida, a AMPB não tem legitimidade para propor ação criminal. Por isso, estará disponibilizando o advogado da associação para que magistrados afetados por declarações de Pâmela e que tenham interesse em demandar pessoalmente no âmbito criminal, possam desde já entrar em contato com o profissional.

 

Com informações do Blog do Diego Lima

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mais da metade dos casos de morte violenta na PB continua sem solução

Mais da metade dos 32 casos de mortes violentas registradas na Paraíba de 21 a 27 de agosto de 2017, acompanhadas pelo Monitor da Violência, ainda não foram solucionados após dois anos.…

Mega-Sena: ninguém acerta e prêmio acumula em R$ 44 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.190 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (21) em São Paulo. O prêmio acumulou. Veja as dezenas sorteadas: 05 – 09 – 20…