Por pbagora.com.br

Foi registrada um volume de chuva de aproximadamente 26 milímetros em João Pessoa entre a terça-feira (27) e a quarta-feira (28), conforme dados da Defesa Civil de João Pessoa. O volume representa metade de média histórica do mês de dezembro na cidade, segundo dados da Agência Executiva de Gestão de Águas da Paraíba (Aesa). Apesar do tempo chuvoso na capital paraibana, a Aesa prevê um clima com nebulosidade variável para o resto do dia.
saiba mais

 

O coordenador da Defesa Civil de João Pessoa, Noé Estrela, explicou que o órgão emitiu um alerta e está de prontidão para qualquer eventual emergência. “Até o início da manhã desta quarta-feira não registramos nenhum caso com gravidade, somente um casa no Grotão que foi inundada, mas por conta de uma sobrecarga no sistema de esgoto do local. Ainda assim acionamos a Cagepa para resolver o problema”, comentou.

Dados históricos

De acordo com a Aesa, o período chuvoso de João Pessoa costuma acontecer nos três primeiros meses do ano, com médias de 80,1 milímetros (mm) de chuvas em janeiro, 101,1mm em fevereiro e 204,8mm em março. A Defesa Civil funciona 24 horas por dia, através do Disque Defesa Civil 0800 285 9020.

Com a intensificação do volume previsto para o trimestre seguinte, a Defesa Civil preparou um reforço nas ações de prevenção, especialmente nos pontos de alagamento que causam transtornos a população. “Em João Pessoa temos de 20 a 25 pontos críticos de alagamento. Nestes locais, fazemos um trabalho intensivo de limpeza dos canais e galerias. Com poucos minutos após o fim da chuva, o tráfego já flui normalmente”, explica Noé.

 


Redação com G1

Notícias relacionadas

Juliette agradece a João por PB estar entre os estados mais avançados na vacinação

Após a saída do Big Brother Brasil, a paraibana Juliette se deparou com a realidade aqui fora pela 1ª vez após mais de 114 de confinamento. Na manhã desta quarta-feira…

Recadastramento Nacional gera inúmeras vantagens para os corretores de imóveis

Corretores de imóveis de todo o país devem fazer o Recadastramento Nacional, através do aplicativo i-Corretor, já disponível para Android e IOS ou na página de recadastramento que está acessível…