Por pbagora.com.br
Gas dispenser for refuel natural gas and methane

Após a queda no preço do Gás Natural Veicular (GNV) e os aumentos no preço da gasolina, o patamar de economia do gás natural chega a 29% em João Pessoa e 24% em Campina Grande.   A economia para quem roda em média 100 km por dia, no GNV, pode chegar a R$ 292,00 no comparativo com a gasolina.

Segundo dados do aplicativo “Preço da Hora”, o menor preço no GNV pode ser encontrado a R$ 3,13, enquanto o da gasolina, após dois reajustes repassados para o consumidor, é de R$ 3,58. Neste contexto, o GNV passa a ter uma competitividade de 29% na Capital, de acordo com a relação valor do combustível, desempenho e distância percorrida, em relação à gasolina.

Para se ter ideia da economia, um quilômetro percorrido com GNV custa R$ 0,24 contra R$ 0,32 na gasolina. O motorista que rodar 100 km por dia, por exemplo, terá uma economia de aproximadamente R$ 292,00 por mês e R$ 3.505,00 no ano na capital.

Já em Campina Grande, apesar da tarifa cobrada pela PBGÁS aos postos da região ser a mesma que é cobrada aos postos de João Pessoa e demais municípios atendidos pela PBGÁS, o metro cubico caiu para R$ 3,54 nas bombas, enquanto a gasolina pode ser encontrada a R$ 3,78. Lá a competitividade do GNV em relação à gasolina é de 24%.  A tarifa do metro cúbico do GNV cobrado pela PBGÁS aos postos de todo o Estado é de R$ 2,61 (já com impostos), desde o dia 1° de maio.

A diretora-presidente da PBGÁS, Taciana Amaral, destacou que o mercado já sinaliza uma competitividade de quase 30% do GNV em relação à gasolina, o que é significativo, neste momento de enfrentamento a uma grave crise de pandemia e para os motoristas de aplicativos e taxistas. “A PBGÁS tem feito um esforço conjunto com os donos de postos para a retomada da competitividade do GNV neste momento delicado da economia. Acreditamos na continuidade da recuperação do segmento GNV na Paraíba o que refletirá nos resultados para quem trabalha com o carro”.

Para o gerente de mercado automotivo e industrial da PBGÁS, Alairson Gonçalves Filho, o GNV oferece benefícios que vão além da economia no fim do mês.  Segundo ele, as estimativas são que novas reduções para o GNV aconteçam,  enquanto o preço da gasolina deve se manter em alta.  “A PBGÁS reafirma seu compromisso e espera que a economia proporcionada pelo GNV possa apoiar seus usuários durante a retomada da economia”, completou Alairson.

PB Agora

Notícias relacionadas

Santiago comemora reforma da barragem Engenheiro Ávidos

O deputado federal Wilson Santiago foi convidado pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e participou na manhã desta terça-feira (11), em Brasília, da solenidade de assinatura da ordem de…

PB deve receber quase 80 mil doses da vacina Astrazeneca no sábado

No próximo sábado (15), quase 80 mil doses de vacinas da Astrazeneca/Oxford (Instituto Bio-Manguinhos/Fiocruz), devem chegar à Paraíba. De acordo com a expectativa da Secretaria de Saúde. Até o momento,…