Young woman trying to protect herself from a man’s clenched fist.

O Diário Oficial do Estado (DOE) publicou, nesta quinta-feira (26), a Lei 11.657, de autoria do presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, teve publicada no Diário Oficial do Estado da Paraíba (DOE-PB) desta quinta-feira (26), que obriga condomínios e conjuntos residenciais da Paraíba a denunciarem à polícia casos de agressões domésticas contra mulheres. A multa por descumprimento é de até R$ 103 mil.

De acordo com o texto da lei, os moradores dos conjuntos residenciais ou condomínios que presenciarem agressão devem comunicar imediatamente o caso ao síndico ou para a administradora de condomínios. O sigilo deve ser preservado. O ato de violência deve ser denunciado à Delegacia Especializada da Defesa da Mulher. Na denúncia devem constar as informações de qualificação dos moradores, do respectivo apartamento ou casa, endereço e o telefone da vítima, no caso do denunciante ter o contato.

O presidente Adriano Galdino ressaltou que o descumprimento da Lei gera inicialmente uma advertência e posteriormente uma multa que pode variar de 200 a 2.000 Unidades Fiscais de Referência do Estado da Paraíba (UFR-PB). Em valores de março, as multas podem variar aproximadamente entre R$ 10,3 mil e R$ 103 mil. Em caso de reincidência no descumprimento, o valor da multa vai ser duplicada.

“A Lei foi criada para facilitar a vida de cidadãos e proteger as vítimas da violência doméstica. Somente entre 2009 e 2018, um total de 1.083 mulheres foram assassinadas no estado da Paraíba. Desta forma, a Lei funciona como mais uma ferramenta legal para combater a violência contra as mulheres”, destacou o parlamentar.

O deputado disse ainda que a Lei é importante nesse período de confinamento, para inibir as agressões, que podem aumentar neste período. “É importante que os síndicos se documentem para evitar eventuais punições”, disse.

 

Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Garantia Safra mais de 18.291 agricultores familiares vão receber benefício na PB

O Garantia-Safra, criado em 2002, integra o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) tem como objetivo garantir a segurança alimentar de agricultores familiares que residam em regiões sistematicamente…

Abrigo de idosos em JP lança campanha para se manter durante pandemia

A Instituição Espírita Nosso Lar, que mantém um abrigo para 42 idosos, vem enfrentando dificuldades para se manter, durante a pandemia do novo coronavírus. O asilo é uma entidade filantrópica…