Especulado como reforço do Botafogo-PB para a próxima temporada, o meia-atacante Wellington Rato não está na pauta do Botafogo para 2019. A informação foi confirmada pelo novo presidente do clube, Sérgio Meira. Segundo ele, o atleta que atualmente defende o Sampaio Corrêa, do Maranhão, foi cogitado em conversas entre diretoria e comissão técnica.

“Não procede a informação. Inclusive, conversei com o treinador Evaristo Piza e ele reconfirmou que o Wellington Rato não é um jogador que ele não teve contato. Sempre conversamos sobre todos os nomes em pauta. Não estamos descartando o nome dele para o futuro, mas não estamos em negociação”, falou o cartola. Rato fez parte do elenco do Sampaio Corrêa na conquista do título da Copa do Nordeste deste ano.

Em entrevista ontem a imprensa, Wellington Rato afirmou que estava em negociação encaminhada com o Alvinegro da Estrela Vermelha. De acordo com ele, está apenas esperando o contrato ser enviado para ser oficialmente jogador do clube para a próxima temporada. “A negociação está andando bem. Até porque tenho um amigo que trabalhou comigo e que hoje é auxiliar (Thiago Carpini). Além disso, o clube já vinha me sondando há uns dois anos. Espero que agora dê certo para que possa ajudar o Botafogo nas competições”, disse o atleta, antes de completar: “Estou esperando apenas o aval da diretoria, que nesta semana deve enviar o contrato para assinar com o Botafogo”, concluiu.

Redação

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Incêndio atinge zona rural de Monteiro, na Paraíba

Um incêndio atingiu a zona rural de Monteiro, no Cariri da Paraíba, nesta sexta-feira (18). De acordo com o Tenente Rogério, do Corpo de Bombeiros, uma equipe de militares está…

João Azevêdo entrega reforma do Teatro Santa Catarina neste sábado

O governador João Azevêdo entrega neste sábado (19), às 19h, a reforma do Teatro Santa Catarina, na qual foram investidos aproximadamente R$ 5 milhões – 80% destes recursos foram aplicados…