Por pbagora.com.br

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, destacou durante entrevista concedida ao Programa “Bom dia, Paraíba” (TV’s Paraíba e Cabo Branco), na manhã desta quarta-feira (25), as diversas medidas adotadas no Municipio para o enfrentamento da pandemia do coronavírus, que tem vitimado milhares de pessoas em todo o mundo.

Romero Rodrigues também defendeu a política de isolamento social como o meio mais eficiente, no momento, para se evitar a disseminação do vírus. Por isso, garante que o munícipio está procurando seguir todas as orientações de prevenção da Organização Mundial de Saúde.

“Vamos continuar nos baseando nas orientações da Organização Mundial da Saúde. Não vamos politizar o tema. Faremos, então, as ações de saúde preventiva. Não é momento de politizar essa questão. Vou seguir a orientação que temos observado e dado certo em outros países”, assinalou.

Segundo Romero, entre as muitas medidas já adotadas, o governo municipal suspendeu as atividades de escolas, teatros, academias, além de determinar a diminuição da frota do setor de transportes coletivos da cidade. Também está desenvolvendo campanha de vacinação contra influenza, atendendo prioritariamente aos idosos.
Relatou, ainda, os esforços para a manutenção dos serviços básicos da cidade, a exemplo da limpeza pública, postos de saúde.

O prefeito fez questão de destacar os investimentos feitos até o momento no Hospital Municipal Pedro I, que contará com 90 leitos, sendo 30 na UTI e 60 leitos no setor de enfermaria, objetivando, com isso, o atendimento às pessoas que por ventura sejam atingidas pelo coronavírus. Informou também adaptações para atendimentos a vítimas da Covid-19 na UPA Dr. Maia (Alto Branco), no Hospital da Criança e no Isea.

Romero ainda explicou que tem mantido permanentes contatos e reuniões com os seus auxiliares para que sejam tomadas as providências mais adequadas à saúde e ao bem-estar da população e dos servidores. Especial atenção, segundo ele, para as equipes da saúde e limpeza urbana.

O prefeito campinense ressaltou que a palavra de ordem é a transparência e a adoção de um política de parceria com os diversos setores da sociedade, a exemplo do empresariado. Por isso, tem conquistado o apoio de empresas como a Alpargatas, uma das maiores geradoras de emprego na cidade, cuja direção está até mesmo comprometida com a confecção de produtos destinados ao combate ao coronavírus.

 

Redação

Notícias relacionadas

PMJP ‘ignora’ ação dos MPs e diz que vai vacinar profissionais da Educação

O secretário de Saúde de João Pessoa, Fábio Rocha, garantiu que irá vacinar profissionais da educação do município, a despeito de o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público…

MPF denuncia internautas da PB por comentários racistas contra baianos

O Ministério Público Federal (MPF) na Paraíba denunciou à Justiça Federal dois internautas, residentes em Santa Rita (PB) e João Pessoa (PB), por praticarem discriminação e preconceito de procedência nacional,…