A Paralisação Nacional organizada por profissionais e estudantes em defesa da Educação, nesta terça-feira (13), ganhou a adesão de integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, da Comissão Pastoral da Terra e da Marcha Estadual das Margaridas. O grupo fez uma marcha até João Pessoa, pela Br101 e segue acompanhado pela Polícia Rodoviária Federal, que tenta evitar congestionamentos por conta do protesto.

O movimento de mulheres saiu do Trevo do Conde por volta das 08h e a previsão é que cheguem às 13h no Lyceu Paraibano onde ocorre a concentração do ato público contra a Reforma da Previdência, cortes na Educação e Future-se.

Professores, estudantes e demais trabalhadores planejam uma passeata por ruas do centro da cidade com encerramento no Ponto de Cem Réis. A previsão é de que o grupo também se reúna com o governador João Azevêdo (PSB), por volta das 14h.

Até agora o protesto é registrado em 13 Capitais e no Distrito Federal.

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PMJP tem 120 dias para justificar excesso de contratações temporárias, diz TCE

As contas da Prefeitura Municipal de João Pessoa, relativas ao exercício de 2014, foram aprovadas, à maioria, pelo Tribunal de Contas do Estado, em sessão ordinária na manhã desta quarta-feira…

Deputado passa mal e é atendido em hospital de Campina Grande

O deputado estadual Manoel Ludgério (PSD) passou mal e foi atendido em um hospital particular de Campina Grande. De acordo com a assessoria do parlamentar, ele foi acometido de um…