Júri condena motorista que atropelou jovens e provocou morte de adolescente, em Cajazeiras

O Tribunal do Júri de Cajazeiras condenou, nesta quarta-feira (26), o vendedor Pedro Herculano Leite a 19 anos e seis meses de prisão em regime fechado pelo crime de homicídio doloso (quando há intenção) duplamente qualificado de uma adolescente de 14 anos, vítima de um atropelamento, em janeiro de 2008, provocado por Pedro Herculano, que dirigia uma camionete embriagado e em alta velocidade. Outras quatro pessoas também foram atingidas no acidente, tendo sofrido lesões. O caso ganhou repercussão no Estado da Paraíba.

O julgamento durou 14 horas e foi presidido pelo juiz Hermeson Nogueira. De acordo com o promotor de Justiça que atuou no julgamento, Lean Xerez, esse foi o segundo júri realizado sobre o caso. No primeiro, ocorrido em 2011, o conselho de sentença tinha desclassificado o crime para homicídio culposo, previsto na legislação de trânsito, condenando o réu à pena de 7 anos e nove meses de detenção.

O Ministério Público apelou e a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça anulou o julgamento, determinando a realização de um novo júri. Desta vez, o conselho de sentença reconheceu a prática de crime de homicídio doloso, previsto no Código Penal Brasileiro. O acusado foi levado ao Presídio de Cajazeiras onde ficará à disposição da Justiça.

O acidente

O acidente aconteceu no dia 3 de janeiro de 2008, na saída do município de Cajazeiras para o município de Sousa. Pedro Herculano conduzia uma D20, em alta velocidade, quando perdeu o controle do carro e invadiu a contramão, atingindo cinco jovens que estavam na calçada. Uma adolescente de 14 anos morreu na hora, outra teve uma perna amputada devido à gravidade do impacto, uma terceira jovem sofreu lesões graves, tendo que passar por oito cirurgias de reconstrução e outros dois jovens sofreram lesões mais leves. Após o acidente, o condutor do veículo tentou evadir-se do local sem prestar socorro às vítimas, mas foi impedido por populares que presenciaram o fato.

 

Assessoria MPPB

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mulher com substância análoga à cocaína é presa em São Mamede

Na noite dessa segunda-feira, dia 24, a PRF da Paraíba prendeu uma mulher que transportava em um táxi cerca de 220 gramas de substância análoga à cocaína na cidade de…

Amigos, familiares, políticos e intelectuais se despedem de Marcus Odilon

Às 9h desta terça-feira, 25, amigos e familiares se despediram do ex-prefeito e ex-deputado Marcus Odilon Ribeiro Coutinho, em Santa Rita, no cemitério São José de Aramateia, no bairro Tibiri…