A Paraíba o tempo todo  |

Detento infarta e morre no “Roger”

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O detento José Geraldo dos Santos, 60 anos, morreu na enfermaria do Presídio do Roger, em João Pessoa, vítima de um infarto agudo do miocárdio e cirrose hepática, conforme laudo fornecido pelo Departamento Médico Legal (DML) na manhã da terça-feira, dia 12, e não em consequência de homicídio, conforme foi divulgado pela imprensa.

O diretor da penitenciária, Dinamérico Cardim, esclareceu que o detento José Geraldo dos Santos cumpria pena no local e, na madrugada da terça-feira, passou mal, reclamando de dores nas costas. Encaminhado pelos funcionários para a enfermaria do presídio, foi medicado pela equipe de plantão.

No início da manhã do mesmo dia, o detento voltou a passar mal. A equipe médica da enfermaria tentou reanimar o paciente, mas ele não resistiu e morreu por volta das 5h.

A perícia do DML realizou os exames em José Geraldo e entregou o laudo médico para seus familiares na mesma terça-feira, dia 12, para que fosse feita a certidão de óbito
 

 

Secom

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe