A Paraíba o tempo todo  |

Desembargador José Hardman Norat morre aos 78 anos

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O desembargador aposentado do Tribunal de Justiça da Paraíba, José Hardman Norat, morreu, na madrugada dessa segunda-feira (30). O magistrado tinha 78 anos e estava internado no Hospital da Unimed, em João Pessoa. Casado com Maria do Socorro Ramalho Norat, pai de duas filhas e avô de cinco netos, Norat faleceu por volta das 3h, vítima de uma parada cardiorespiratória, ocasionada por complicações nos rins. O corpo está sendo velado na Central de Velórios São João Batista e o sepultamento será às 17h, no Cemitério Senhor da Boa Sentença, na Capital.

No dia 5 de junho de 1998, José Hardman Norat foi nomeado desembargador, pelo critério de merecimento. Na Corte, ele integrou a Câmara Criminal do TJPB, na qual foi presidente. Ele estava aposentado desde 2001. Ele ainda presidiu a Associação dos Magistrados do Estado da Paraíba (AMPB), de 1984 a 1986.

Conforme o ex-presidente do TJPB e ex-presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), o também desembargador aposentado, Júlio Aurélio Coutinho, “Norat teve uma brilhante trajetória na magistratura estadual, à qual se dedicou por mais de três décadas, com uma extensa folha de serviços prestados à Justiça paraibana”.

Nascido em João Pessoa, no dia 17 de abril de 1931, José Hardman Norat se formou em Direito em 1963 e ingressou na Magistratura como juiz titular da comarca de Cabaceiras, em abril de 1967, passando por várias comarcas, até chegar em Campina Grande, no ano de 1981, onde assumiu a 4ª Vara. Dois anos depois, foi removido para 1ª Vara Criminal da mesma comarca e, em março de 1986, assumiu a 4ª Vara de Família da Capital.

Por nove anos, Norat foi diretor do fórum de João Pessoa e juiz-corregedor da Justiça Comum durante 10 anos. O desembargador também foi juiz eleitoral das 1ª; 64ª e 70ª Zonas da Capital e ainda coordenador da propaganda eleitoral nas eleições de 1986.

Assessoria STJ

 

 

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe