Uma proposta de autoria do deputado estadual Walber Virgulino, com o apoio dos membros da oposição, pedindo o impeachment do governador João Azevêdo (Cidadania), foi protocolada, junto à Mesa Diretora, na manhã desta quarta-feira (05), no momento que o governador ainda se encontrava no plenário da Assembleia, para abertura dos trabalhos legislativos.

A alegação do parlamentar para a proposta é de que tanto o governador, quanto a vice, Lígia Feliciano, não atuam “de modo compatível com a dignidade, a honra e o decoro no cargo”.

Os oposicionistas também alegam que o governador e a vice não tornam “efetiva a responsabilidade de seus subordinados, quando manifesta em delitos funcionais”.

VEJA O DOCUMENTO

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Coleta de lixo e Feira Central funcionam durante Carnaval, em CG

O prefeito Romero Rodrigues, já decidiu por decreto que as repartições públicas municipais de Campina Grande, terão o funcionamento alterado durante o Carnaval de 2020, mas esta decisão não afetará…

Reforma administrativa que mexe com servidores está pronta, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro andou pela região da Praia das Astúrias, no Guarujá (SP), na manhã deste sábado (22). Ele estava acompanhado do deputado federal Hélio Lopes (RJ) e por…