Por pbagora.com.br

Portaria da PBPrev instaura sindicância para apurar denúncias do PB Agora

No Diário Oficial desta quinta-feira (30), o presidente do Instituto da Previdência da Paraíba (PBPrev), João Bosco Teixeira, publica portaria instaurando uma sindicância para apurar denúncias de irregularidades publicadas, no último dia 21 de julho deste ano. A matéria revelou, com exclusividade, ofício encaminhado por um grupo de deputados da Oposição ao Tribunal de Contas do Estado, relatando uma série de indícios de atos administrativos irregulares.

De acordo com a portaria nº  100/2009, assinada por João Bosco Teixeira, a Comissão de Sindicância será formada pelos servidores Ricardo Antonio Diniz de Melo (presidente), Pedro Luiz Cordeiro Passos e Maria de Fátima de Medeiros. A equipe tem um prazo de 30 (trinta) dias para apresentar relatório.

Em linhas gerais, a denúncia revelada pelo PB AGORA tem por base ofício assinado pelos deputados Lindolfo Pires (DEM), Manoel Ludgério Neto (PDT), Carlos Dunga Júnior (PTB) e Zenóbio Toscano (PSDB), relatando para o conselheiro Fernando Catão, do TCE – relator das contas 2009 do órgão – uma série de indícios de irregularidades e pedindo investigação profunda a respeito da admnistração de Teixeira em frente ao órgão, por conta de contratos suspeitos, formalizados sem licitação e com valores superestimados.

 

Leia a matéria, na íntegra, com a denúncia do PB AGORA, que resultou na portaria da PBPrev publicada nesta quinta-feira, no Diário Oficial do Estado.


PB Agora

 

Notícias relacionadas

Opinião: de Julliete a Marcelo Queiroga, a Paraíba assume o “protagonismo” nacional

O Brasil é um país que está de “graça”. Atolado nas desgraças, apelando para as graças de Deus. Tem ele um presidente da República que faz graça do povo, o…

Covid-19: Internação de idosos acima de 60 anos cai 11% na Paraíba

Paraíba registrou no mês de março uma redução de 11% na internação hospitalar de idosos acima de 60 anos, comparado com o mês de janeiro de 2020, quando iniciou a…