Por pbagora.com.br

Acontece às 19 horas desta quarta-feira (23), em Campina Grande, a Assembléia Geral dos Delegados de Polícia Civil da Paraíba, encabeçada pela Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados (Adepdel), que pode deliberar acerca da paralisação por tempo indeterminado a partir da próxima quinta-feira (01), caso até lá o Governo do Estado não ofereça nenhuma contra-proposta à pauta de reivindicações apresentada há mais de seis meses pela categoria.

A categoria exige a implantação nos contra-cheques, a partir de setembro e a cada semestre, de 2 mil reais, como forma de equiparar seus salários aos dos defensores públicos e procuradores do Estado.

A Adepdel garante que caso seja deflagrada a greve a categoria manterá 30% do efetivo em funcionamento, que faz com que apenas um delegado responda por até nove cidades.

Segundo os delegados, os agentes policiais não foram esquecidos na negociação, tendo sido requerida a reposição da gratificação de risco de vida que lhes foi tirada há alguns anos e que caso retorne, será incorporada ao vencimento, para efeito de aposentadoria.

PB Agora
 

Notícias relacionadas

Programa Empreender PB abre inscrições e realiza assinaturas de contratos

O Programa Empreender PB realiza, nesta semana, inscrições para concessões de crédito e assinaturas de contratos em domicílio. As inscrições terão início a partir das 8h, na próxima quinta-feira (20),…

Pessoas com 40+ que tenham comorbidades já podem se vacinar em CG

Não é necessário fazer cadastramento, mas deverá ser apresentado laudo ou receita médica A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Campina Grande vai imunizar contra a Covid-19 pessoas a partir…