Por pbagora.com.br

Após matéria veiculada no portal PB Agora, quando o governador José Maranhão declarou que o estado da Paraíba estava “no vermelho” e que seria difícil negociar com os delegados de Polícia Civil, a Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados (Adepdel) divulgou nota e afirmou que a categoria voltará a greve em todo o estado caso Maranhão não apresente uma proposta concreta, que beneficie ambos os lados.

Ainda segundo a nota, 55,38% da categoria acreditam que o governo não apresentará a contraproposta e que o movimento será retomado.

Confira a nota na íntegra

Em enquete realizada no site www.adepdel.com.br 55,38% dos Delegados acreditam que depois da reunião do dia 20 de maio com o Governo a greve voltará, com muito mais força. Para 27,89% o caminho será seguir o que antigo secretário Eitel dissera:”estudar para outro concurso” e 16,73% acreditam que vai ser fechado um acordo.

A maioria dos Delegados parece prever o que realmente deverá acontecer, levando-se em conta recentes entrevistas do Governo, a categoria não está esperançosa na resolução do problema dos Delegados, que ocupam a posição de segundo pior salário do Brasil e pior do Nordeste.

A queda de arrecadação, tão comentada, ocorre em todos os Estados. Então como se explicar o fato de Estados como Sergipe, Piauí, Alagoas, Rio Grande do Norte terem repasses de FPE menor que o da Paraíba, terem queda do FPE como o Estado da Paraíba e em contra partida pagarem aos Delegados de Policia Civil de seus estados o dobro e até o triplo do que percebe o Delegado de Polícia Civil da Paraíba?

Analisando o repasse do FPE, primeira parcela de Abril, houve crescimento, senão vejamos: Repasse em 09/04/2009 FPE -R$116.975.479,4. Repasse em 10/04/2008 FPE – R$103.421.511,97. Crescimento de R$13.553.967,53.

A categoria espera que o Governo, com a experiência de mais de 08(oito) anos administrando a Paraíba, bem como se espelhando no próprio discurso de priorizar a Segurança Pública resolva, em definitivo, a questão salarial dos Delegados, que não reivindica nada de imediato, e sim em 03(três) anos, com impacto anual de 0,12% na folha de pagamento.

Por isso, a categoria aguardará o prazo dado até dia 20 maio de 2009, sem alardes, pois além de estarmos demonstrando compreensão com o Governo que se inicia, assim como foi feito quando o Ex-Secretário Eitel assumiu, dando-lhe 06(seis) meses; confiamos, sobretudo, na sinceridade e no desejo de fazer diferente do novo Secretário de Segurança, Dr. Gominho, que a cada dia compreende e reconhece a necessidade de se valorizar a categoria dos Delegados de Polícia Civil.


ADEPDEL

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PB busca Parceria Público-Privada para construção de ponte Cabedelo-Lucena e concessões

O Governo da Paraíba atualizou seu plano de Parcerias Público-Privadas (PPP) e na lista de projetos, divulgada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (14), está a construção de uma…

Corpo do deputado João Henrique é sepultado em Monteiro

O corpo do deputado João Henrique foi sepultado nesta quinta-feira (14) na cidade de Monteiro, no Cariri do Estado. Amigos, familiares, apoiadores e a população em geral da região teve…