A defesa do ex-governador Ricardo Coutinho, do PSB, requereu durante audiência de custódia realizada nesta sexta-feira, dia 20 que o ex-gestor, caso não tenha prisão revogada, não seja encaminhado para a Penitenciária Média, onde estão os outros detidos.

O motivo, de acordo com a defesa, é por conta da integridade física e psicológica de Ricardo.

O pedido é de que ele seja levado, em caso de continuidade da prisão, para o 5º batalhão.

No entanto, o Juiz e o MP indeferiram o pedido para tratamento diferenciado pois na Paraíba existe uma portaria que proíbe que civis sejam detidos em instituições militares.

“Não posso eu, juiz de primeira instancia botar a abaixo a portaria de outro juiz. Onde ele está apontado para se recolher, quem está lá são pessoas do convívio dele então não vejo que a presença dos demais iria prejudicar ou incidir insegurança física ou psicológica dele” disse o magistrado.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Em março nível do Açude de Boqueirão aumentou 8,54 metros; Veja os demais mananciais

Este mês de março vem sendo um dos melhores períodos de cheias dos últimos anos para a região do Cariri em especial para o Açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão, que…

Abrigo de idosos em JP lança campanha para se manter durante pandemia

A Instituição Espírita Nosso Lar, que mantém um abrigo para 42 idosos, vem enfrentando dificuldades para se manter, durante a pandemia do novo coronavírus. O asilo é uma entidade filantrópica…