Por pbagora.com.br

A Defensoria Pública do Estado da Paraíba (DPE-PB) apoia a campanha “Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica”, promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB). A iniciativa tem como foco ajudar mulheres em situação de violência a pedirem ajuda nas farmácias do país. Mulheres em situação de violência são, infelizmente, uma realidade no Brasil e, em tempos de isolamento, elas enfrentam um problema ainda maior, que é a dificuldade em denunciar os agressores.

A campanha propõe um gesto silencioso para que mulheres em situação de violência possam denunciar. O protocolo é simples e exige dois gestos apenas: para a vítima, fazer um “X” nas mãos, que pode ser feito com caneta ou mesmo um batom, e para a farmácia, uma ligação.

Com o nome e endereço da mulher em mãos, os atendentes das farmácias e drogarias que aderiram à campanha ligam imediatamente para o disque 190 para reportar a situação. O projeto conta com a parceria de 10 mil farmácias e drogarias em todo o país. Confira aqui a lista com as redes de farmácia que assinaram o termo de adesão à campanha.

Na Paraíba, a campanha também conta com a parceria dos Poderes Judiciário e Executivo (por meio de várias secretarias), além de órgãos e instituições como Associação dos Magistrados da Paraíba (AMPB), Conselho Regional de Farmácia (CRF-PB), Ministério Público da Paraíba (MPPB) e Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB/PB).

O defensor público-geral da Paraíba, Ricardo Barros, lembra que, no âmbito nacional, a campanha também conta com o apoio do Colégio Nacional dos Defensores Públicos Gerais (Condege), o qual a DPE-PB é associada. “Neste período de isolamento, sabemos que a mulher vítima de violência fica mais exposta ao agressor e que o ato de pedir ajuda se torna ainda mais difícil. Portanto, a iniciativa do CNJ e a AMB é essencial para os tempos atuais e a Defensoria Pública não poderia ficar de fora”, ressaltou o DPG.

A DPE-PB tem atuado de forma a combater a violência contra a mulher e conta com a Coordenadoria de Defesa da Mulher. Durante a pandemia, os atendimentos têm ocorrido de forma remota, por meio do telefone (83) 98709-6717.

Conforme a lista de adesões de farmácias disponibilizada no site da AMB das 224 farmácias que participam da campanha no Estado, a maioria está localizada em João Pessoa e Campina Grande, mas também há unidades nas cidades de Alhandra, Aparecida, Araçagi, Arara, Araruna, Aroeiras, Assunção, Bayeux, Bananeiras, Baraúnas, Barra de Santa Rosa, Belém, Cabedelo, Cajazeiras, Caldas Brandão, Camalaú, Casserengue, Catolé do Rocha, Conceição, Coremas, Cuité, Cuitegi, Damião, Esperança, Guarabira, Ingá, Itabaiana, Itapororoca, Jacaraú, Juarez Távora, Junco do Seridó, Juripiranga, Juru, Mamanguape, Mari, Mataraca, Montada, Monteiro, Patos, Paulista, Pedra Lavrada, Pedras de Fogo, Piancó, Pilões, Pocinhos, Poço de José de Moura, Pombal, Prata, Princesa Isabel, Rio Tinto, Santa Rita, Santana dos Garrotes, São Bento, São João do Cariri, São João do Rio do Peixe, São João do Tigre, São José de Piranhas, São José dos Ramos, São Mamede, São Vicente do Seridó, Serra Branca, Sapé, Solânea, Sousa, Sumé, Tacima, Taperoá e Uiraúna.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Golpista usa nome de Aguinaldo Ribeiro para aplicar ‘golpe’ por SMS

Golpistas estão usando o nome do deputado federal Aguinaldo Ribeiro, do Progressistas da Paraíba, para aplicar um golpe, solicitando a confirmação de autoridades, amigos e políticos, via SMS, para um…

Visitas no sistema prisional da Paraíba voltam a ser permitidas a partir deste sábado

Ainda com à Paraíba ainda enfrentando una luta para conter o avanço do novo coronavírus, as visitas sociais aos reeducandos do sistema prisional no Estado, estão liberadas a partir deste…