A decisão do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) que pôs em liberdade o irmão do ex-governador Ricardo Coutinho, Coriolano Coutinho, foi estendida também a outros presos na Operação Calvário.

A ministra do STJ, Laurita Vaz, relatora da Operação Calvário na Côrte, concedeu liberdade também a Bruno Miguel Teixeira e Márcio Nogueira Vignoli. O primeiro é ligado ao ex-secretário de Estado do Planejamento, Waldson Soza. Teixeira, de acordo com investigadores da Calvário, seria responsável por empresas de fachada, além da coleta e distribuição de propina na suposta organização criminosa.

Já o senhor Márcio Nogueira, aparece como responsável pela empresa Conesul Comercial e Tecnologia.

Ambos foram presos no dia 17 de dezembro de 2019, durante operação que prendeu também a deputada estadual Estela Bezerra, a prefeita de Conde, Márcia Lucena e o ex-governador Ricardo Coutinho.

A liberdade de Bruno e Márcio é resultado do pedido de extensão da decisão que concedeu liberdade ao ex-governador

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

CONFIRMADO: exame do gerente do Bemais, que morreu neste sábado, dá positivo para coronavírus

Foi confirmado no final da tarde deste sábado (04) que a morte do gerente de compras da rede Bemais de Supermercados, Tety Ferreira, ocorreu em decorrência de contaminação pelo novo…

Governo reforça necessidade de notificação imediata de suspeitas de Covid-19

O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), reforça aos municípios que a notificação de casos do novo coronavírus (Covid-19) deve ser imediata. Por determinação…