A Paraíba o tempo todo  |

CTS: Judiciário se reúne com reitora da UFPB para buscar parcerias sobre saúde na PB

 Membros da Câmara Técnica de Saúde (CTS), órgão criado para subsidiar o
Poder Judiciário Estadual com informações técnicas nas demandas relativas
ao fornecimento de órtese e prótese, exames, internações e tratamentos
clínicos em fase do Sistema Único de Saúde (SUS), se reuniram na tarde
desta quinta-feira (24), com a Reitora da Universidade Federal da Paraíba,
Margareth de Fátima Formiga Diniz. O objetivo da reunião foi buscar a
parceria da instituição de ensino superior como forma de agregar valor e
aprimorar cada vez mais o trabalho da Câmara no Estado.

Durante o encontro que contou com a presença de uma equipe formada por
juízes, curadores e secretários de saúde, a nova reitora ouviu atentamente
todo o processo de funcionamento da câmara, bem como suas demandas e
necessidades. O juiz Marcos Coelho Sales, um dos coordenadores da Câmara
Técnica, pediu, na ocasião, o empenho da reitora para inserir a
Universidade nesse trabalho como forma de agregar valores a câmara técnica,
com as experiencias de médicos especializados, farmacêuticos e de
nutricionistas que prestam serviços ao Hospital Universitário.

A reitora Margareth Diniz, reconheceu a importância do projeto na solução
dos problemas de judicialização da saúde no Estado e garantiu envidar todos
os esforços para que a universidade se passe a integrar o projeto. Ela
informou que hoje o Hospital Universitário,referência no país, conta com
mais de 1.200 profissionais da área de saúde, em especialidades diversas
que podem dá a sua parcela de contribuição, fazendo com que a saúde chegue
a todos de forma igualitária.

O juiz federal Bruno Teixeira de Paiva ressaltou, na ocasião, que hoje
existe uma dificuldade muito grande, não só na Paraíba como em todo o país,
de se conseguir médicos de todas as especialidades, principalmente peritos
médicos, dificultando a finalização da perícia. “Há muitos profissionais na
área de neurologia mas faltam na área de psiquiatria e de ortopedia”,
ressaltou.

A criação pelo Conselho Nacional de Justiça(CNJ), da Câmara Técnica de
Saúde foi oportuna em atender a essa realidade com a criação da Câmara
Técnica de Saúde (CTS), dando uma resposta mais rápida ao judiciário e à
população, em especial que a partir de agora terão os seus direitos à saúde
assegurados, ressaltou.

Ainda nesta semana, a Comissão Técnica de Saúde deverá encaminhar ofício à
reitoria, sugerindo que tipo de especialidades estará apta a atender as
necessidades da câmara para que seja solicitada à Coordenação do Centro de
Saúde da UFPB.


Da Gecom/PB

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe