A Escola Municipal Joaquim Lafayette localizada no bairro do Sesi recebeu as ações do Centro de Referência de Inclusão da Pessoa com Deficiência (CRIS). As atividades fazem parte do Selo Inclusão, que irá premiar a escola mais inclusiva de Bayeux.

Desta vez, os alunos, pais e funcionários da escola assistiram a palestra: Desafio da inclusão nas escolas. Os profissionais do CRIS ainda fizeram uma pré-triagem entre os alunos.

Na palestra, o CRIS explicou sobre a importância da adaptação curricular na escola, presença dos pais nas atividades, o tratamento nas escolas, em casa e no Centro de Referência.

Para o prefeito Berg Lima, a Educação de Bayeux tem avançado no processo inclusivo e a família é um dos pontos mais fundamentais na inclusão das crianças e adolescentes no sistema educacional.

“O CRIS vem fazendo um tratamento fantástico e importante de inclusão das nossas crianças e adolescentes nas escolas. São atividades, acompanhamento e tratamento tudo gratuito para quem procura o Centro de Referência. O Selo de Inclusão tem alertado as escolas para a importância da inclusão na unidade. Pais, mães e parentes têm um papel importante nesse processo e trazê-los para dentro da escola vai ajudar muito no desenvolvimento dos nossos alunos”, falou o prefeito.

O evento foi organizado por Luiz Raimundo e Rosângela de Medeiros, diretores do CRIS, onde estão desempenhando um trabalho diário de muita dedicação e respeito.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Incêndio destrói parte de fábrica de calçados em Campina Grande

Na noite dessa terça-feira (19), um incêndio atingiu parte de uma empresa de calçados, localizada no bairro do Bodocongó, em Campina Grande. O Corpo de Bombeiros enviou três viaturas de…

PL de Veneziano isenta estudantes de pagarem por passaporte

O Projeto de Lei (PL 861/2019), de autoria do Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB), que isenta do pagamento da taxa de passaporte os estudantes brasileiros que forem estudar, pesquisar…