Por pbagora.com.br

A Escola Municipal Joaquim Lafayette localizada no bairro do Sesi recebeu as ações do Centro de Referência de Inclusão da Pessoa com Deficiência (CRIS). As atividades fazem parte do Selo Inclusão, que irá premiar a escola mais inclusiva de Bayeux.

Desta vez, os alunos, pais e funcionários da escola assistiram a palestra: Desafio da inclusão nas escolas. Os profissionais do CRIS ainda fizeram uma pré-triagem entre os alunos.

Na palestra, o CRIS explicou sobre a importância da adaptação curricular na escola, presença dos pais nas atividades, o tratamento nas escolas, em casa e no Centro de Referência.

Para o prefeito Berg Lima, a Educação de Bayeux tem avançado no processo inclusivo e a família é um dos pontos mais fundamentais na inclusão das crianças e adolescentes no sistema educacional.

“O CRIS vem fazendo um tratamento fantástico e importante de inclusão das nossas crianças e adolescentes nas escolas. São atividades, acompanhamento e tratamento tudo gratuito para quem procura o Centro de Referência. O Selo de Inclusão tem alertado as escolas para a importância da inclusão na unidade. Pais, mães e parentes têm um papel importante nesse processo e trazê-los para dentro da escola vai ajudar muito no desenvolvimento dos nossos alunos”, falou o prefeito.

O evento foi organizado por Luiz Raimundo e Rosângela de Medeiros, diretores do CRIS, onde estão desempenhando um trabalho diário de muita dedicação e respeito.

Notícias relacionadas

Jacaré é encontrado no estacionamento do Hospital de Trauma

Na noite dessa sexta-feira (05), um jacaré foi encontrado no estacionamento do Hospital de Emergencial e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa. O animal estava escondido atrás de um…

Em surto, mulher fica nua e senta no asfalto na Avenida Cruz das Armas

Na manhã deste sábado (06), uma mulher em surto tirou a roupa e sentou-se completamente nua no asfalto da Avenida Cruz das Armas, em João Pessoa. A Polícia Militar foi…