Um recém-nascido foi encontrado em um terreno baldio, próximo a um esgoto na cidade de Monteiro, no Cariri paraibano. O bebê, que ainda estava com o cordão umbilical, foi visto por crianças que estavam brincando na rua. A suspeita é de que ele tenha sido abandonado instantes após nascer. Ele está no hospital e não corre risco de vida.

De acordo com as informações da Polícia Civil, era por volta das 11h30 quando um grupo de crianças brincava na rua e avistou o corpo embaixo de uma sacola. As crianças acharam inicialmente que seria um gato. Uma delas foi até a casa onde mora e disse a mãe que iria pegar o gato para ela. Mas, quando a criança chegou na casa, a mãe dela percebeu que era um recém-nascido.

Os moradores acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que socorreu o bebê e levou ele para o Hospital Regional de Monteiro. Segundo a enfermeira Emanuele Martins Pereira, o cordão umbilical não parecia ter sido cortado, mas rompido ao ser puxado.

 

Estado de saúde

A suspeita dos médicos no hospital de Monteiro é de que o bebê tenha sido abandonado instantes após nascer, pois muito tempo sem o socorro após o nascimento levaria ele a uma hipotermia. O bebê é um menino, que nasceu que pesa 2,585 quilos. Depois de ser atendido ele foi internado em um berçário e está bem, sem risco de morte. O recém-nascido está sendo alimentado através de aleitamento artificial.

 

Vai para orfanato

A Polícia Militar e Polícia Civil foram acionadas, mas quando chegaram ao local onde a criança foi encontrada ela já havia sido levada para o hospital. O conselho tutelar e o Ministério Público da Paraíba (MPPB) também foram acionados. Após receber alta médica, o bebê vai ser encaminhado para um orfanato.

 

Investigação

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil. De acordo com a delegada Laura Fonseca, ainda não há suspeitas de quem seria a mãe ou de quem teria abandonado o bebê no local. Caso a pessoa seja localizada, ela responderá pelo crime de abandonado de incapaz. A pena pode chegar a três anos de prisão. A Polícia Civil também pede a ajuda da população para tentar identificar a mãe. As informações podem ser repassadas através do número 197.

 

 

Redação com G1

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

MPPB quer investigação sobre desmatamento na Mata Atlântica em Bayeux

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) determinou, nesta terça-feira (26/05), que a 5ª Delegacia Distrital de Bayeux, na Grande João Pessoa, instaure um inquérito policial contra um servidor público afastado…

Apostilas exclusivas são liberadas para os participantes do Enem 2020

Material foi disponibilizado pelo Inep para auxiliar participantes    O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) disponibilizou para os estudantes as apostilas de capacitação de uso…